Operação da Polícia Civil combate comércio ilegal de cobre em Maricá e São Gonçalo

spot_img

Operação policial contra organização criminosa de venda ilegal de cobre em e São Gonçalo

A Polícia Civil da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) está realizando desde as primeiras horas desta terça-feira (28/05) a “Operação Família SA”, com o objetivo de cumprir 17 mandados de busca e apreensão contra uma organização criminosa envolvida na compra e venda ilegal de cobre. A ação está acontecendo na Região Metropolitana, nas cidades de e São Gonçalo, além da Baixada Fluminense.

De acordo com as investigações, pai e filho são apontados como os líderes do esquema, que já movimentou mais de R$ 22 milhões. O esquema consistia na compra de cabos de telefonia desviados ou furtados, principalmente de funcionários e ex-funcionários de uma companhia telefônica.

Durante as investigações, que tiveram início no ano passado, foram identificadas movimentações financeiras suspeitas que indicavam a prática de lavagem de dinheiro. A polícia seguiu todas as pistas enquanto se preparava para deflagrar a operação, com o objetivo de desarticular por completo essa organização criminosa especializada na venda ilegal de cobre.

O cobre é um material muito utilizado na indústria e sua venda legal é regulada. No entanto, a organização criminosa atuava desrespeitando as leis e causando prejuízos tanto para a empresa de telefonia, que tinha seus materiais desviados, quanto para a sociedade como um todo, uma vez que as atividades criminosas contribuíam para o agravamento da sensação de insegurança.

A “Operação Família SA” contou com um aparato policial significativo para cumprir os mandados de busca e apreensão. Os agentes se dividiram entre as cidades de Maricá, São Gonçalo e Baixada Fluminense, com o objetivo de encontrar provas que subsidiem as investigações e permitam a prisão e condenação dos envolvidos no esquema criminoso.

As atividades de compra e venda ilegal de cobre são consideradas crimes e podem gerar diversas consequências negativas para a sociedade. Além do prejuízo financeiro para as empresas e a economia do país, esse tipo de prática também pode afetar o fornecimento de serviços essenciais, prejudicando a população.

A investigação e o combate a esse tipo de crime são fundamentais para garantir a segurança da população e a ordem pública. A polícia continua atuando de maneira perseverante e eficaz para combater todas as formas de criminalidade, sempre visando a proteção dos cidadãos.

É importante ressaltar a importância da participação da sociedade no combate aos crimes. Denúncias anônimas podem ser feitas através dos canais disponibilizados pelas autoridades, como o Disque Denúncia. É através da colaboração de todos que podemos construir um país mais seguro e justo.

A “Operação Família SA” representa mais um passo importante na luta contra a criminalidade. A polícia está determinada em desmantelar essas organizações criminosas e garantir a aplicação da justiça. Ações como essa reforçam a importância da atuação policial e ressaltam a necessidade de um trabalho conjunto entre a polícia e a sociedade.

As imagens utilizadas nesta matéria foram obtidas do site “Guia Região dos Lagos” e são apenas ilustrativas, representando o cenário da operação policial em Maricá. É fundamental respeitar os direitos autorais e dar o devido crédito aos responsáveis pelas fotos.

A luta contra o crime deve ser constante e a sociedade tem um papel fundamental nessa missão. Vamos continuar apoiando as ações das forças de segurança e denunciando qualquer atividade ilegal. Juntos, podemos construir um país mais seguro e justo para todos.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]