Niterói combate incêndios em Maricá durante clima quente

Em tempo quente, Niterói inicia ação contra incêndios na cidade | Enfoco

Aquecimento global intensifica ações de combate a queimadas em Niterói

A Prefeitura de Niterói está intensificando suas ações de combate às queimadas devido ao aumento das temperaturas e ao aquecimento global. O “Plano Inverno” do Programa “Niterói Contra as Queimadas” foi antecipado para mitigar os efeitos das mudanças climáticas na cidade.

No último mês, Niterói registrou 70 ocorrências de fogo em vegetação, um aumento de 47 casos em relação à média dos anos entre 2019 e 2023. Além disso, o Centro de Monitoramento e Operações da Defesa Civil identificou um aumento de 30% de dias sem chuva no mesmo período.

Nova estratégia de prevenção

Diante desse cenário, a Prefeitura de Niterói está investindo em novas formas de prevenção contra as queimadas. A Secretaria Municipal de Defesa Civil e Geotecnia anunciou a instalação de três estações meteorológicas focadas na qualidade do ar em pontos estratégicos da cidade. Essa tecnologia permitirá antecipar incêndios e evitar danos maiores.

Essas estações meteorológicas se somarão a uma rede de prevenção já existente, que conta com agentes da Defesa Civil, voluntários dos NUDECs (Núcleos Comunitários de Defesa Civil) e outros órgãos municipais.

“Toda a Defesa Civil, em especial os agentes do Centro de Monitoramento e Operações e do setor de Minimização de Desastres e os mais de 3 mil voluntários dos NUDECs ficam alertas nessa época do ano. Os dados que observamos nos fizeram antecipar o Plano de Inverno para atender à grande quantidade de ocorrências atípicas para abril e maio”, afirmou Eric de Oliveira, secretário municipal de Defesa Civil e Geotecnia.

Ações preventivas e de conscientização

Além das medidas tecnológicas, a Defesa Civil intensificou o número de rondas preventivas em bairros próximos a áreas verdes e de proteção ambiental. Mais de 50% do território de Niterói é composto por essas áreas. A iniciativa busca conscientizar a população sobre as ações prejudiciais que podem gerar incêndios, como queima de lixo doméstico e uso do fogo para limpar encostas.

Fiscais da Secretaria de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros e guardas ambientais estão trabalhando em conjunto com os voluntários dos NUDECs para propagar informações sobre prevenção e atuar em situações de emergência.

Convênio com o Corpo de Bombeiros

A Prefeitura de Niterói também firmou um convênio com o Corpo de Bombeiros, que atua no combate às queimadas e na proteção da população em caso de emergência. Para otimizar a resposta diante dessas situações, foi aumentado o efetivo diário de bombeiros nos quartéis.

Atualmente, Niterói conta com 550 voluntários capacitados para auxiliar na prevenção e monitoramento de incêndios em vegetação. A formação desses voluntários inclui aulas teóricas e práticas sobre Noções de Defesa Civil, Ações Preventivas e Política do Voluntariado, Meio Ambiente, Geografia de Niterói, Aspectos Nocivos das Queimadas, Atuação do Corpo de Bombeiros nas Queimadas, Meteorologia e Queimadas.

Além disso, esses voluntários também recebem treinamento em Combate a Incêndio Florestal, Atuação do Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Rio de Janeiro na prevenção de queimadas, Primeiros Socorros, Transporte de Feridos e Orientação Cartográfica.

Aplicativo e radar meteorológico

A população também pode contar com o aplicativo Alerta DCNIT, que fornece alertas sobre previsões de chuvas fortes, ressacas, ventos e condições do tempo para risco de incêndio em vegetação. O aplicativo possui um botão que direciona o usuário para uma ligação gratuita com a Defesa Civil, facilitando o contato em situações de emergência.

Além disso, a Defesa Civil de Niterói instalou um novo radar meteorológico de alta tecnologia, que permite uma maior previsibilidade e acompanhamento das tempestades, além de contribuir para estudos de mitigação de riscos e projetos de proteção da população.

Com todas essas ações, a Prefeitura de Niterói busca enfrentar os desafios gerados pelo aquecimento global e garantir a segurança e qualidade de vida da população diante das mudanças climáticas.

Fonte da Notícia: Plantão Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]