Macaé: Equinor fortalece parceria com Petrobras para transporte de gás em Roncador

Equinor reforça parceria com Petrobras para escoamento de gás em Roncador | Macaé

Macaé: Equinor fortalece parceria com a Petrobras para escoamento de gás

A Equinor anunciou a consolidação de sua parceria com a Petrobras ao assinar contratos para utilizar o Sistema Integrado de Escoamento de Gás Natural da Bacia de Campos (SIE-BC) e ter acesso à Unidade de Tratamento de Gás de Cabiúnas (UTGCAB) a partir de 1º de janeiro de 2024. Essa parceria permitirá à companhia norueguesa escoar o gás natural do campo de Roncador, na Bacia de Campos, utilizando a infraestrutura de gasodutos já existente, que pertence à Petrobras.

Roncador, operado pela Petrobras com 75% da concessão, tem a Equinor detendo os 25% restantes de participação. O acordo está em conformidade com a Lei do Gás, que busca promover o acesso negociado à infraestrutura, diversificando os atores na cadeia do gás natural.

Além da Bacia de Campos, a Petrobras já possui contratos de compartilhamento de infraestrutura em outras localidades, como na Bacia de Santos (SIE BS e SIP), no Polo Catu (BA) e no Polo Cacimbas (ES).

Reforço na infraestrutura

A Equinor anunciou em 2021 seus planos de instalar um FPSO (navio-plataforma) capaz de produzir 16 milhões de m³/dia no projeto de Roncador. O FPSO estará conectado ao Terminal de Cabiúnas, em , por meio de um gasoduto submarino que se conectará a uma nova instalação dedicada de recebimento de gás em terra, dentro do terminal.

Terminal de Cabiúnas

Essa expansão na infraestrutura é parte dos planos estratégicos da Equinor para fortalecer sua presença no setor de gás natural brasileiro. Com a parceria com a Petrobras, a empresa diversifica suas operações e contribui para o desenvolvimento sustentável do mercado brasileiro de gás.

Comercialidade de campos de gás natural

A Equinor e seus parceiros – Repsol Sinopec Brasil e Petrobras – anunciaram recentemente a comercialidade de dois campos de gás natural na área do BM-C-33. Os campos Raia Manta e Raia Pintada possuem volumes recuperáveis de gás natural e condensado superiores a 1 bilhão de barris de óleo equivalente. O consórcio investirá aproximadamente US$ 9 bilhões no projeto.

A Lei do Gás e seus objetivos

O acordo entre a Equinor e a Petrobras está em conformidade com a Lei do Gás, que tem como propósito promover o acesso negociado à infraestrutura de gás natural, garantindo a diversificação dos atores na cadeia de fornecimento. Essa legislação busca incentivar investimentos no setor e aumentar a concorrência, estimulando a oferta e reduzindo os preços do gás natural no país.

Fortalecimento da parceria

A parceria entre a Equinor e a Petrobras para o escoamento de gás em Roncador fortalece a presença da empresa norueguesa no mercado brasileiro. A infraestrutura existente e as novas instalações proporcionarão maior eficiência na produção e distribuição de gás natural, contribuindo para o abastecimento do mercado nacional e impulsionando o desenvolvimento econômico da região.

Fonte: Plantão Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]