Menu

> Cidades

[wilcity_quick_search_form_shortcode]

Inundações em São Paulo causam quatro óbitos e centenas de desalojados.

Chuvas em SP deixam quatro mortos e centenas de desabrigados

São Paulo enfrenta fortes chuvas com mortes e desabrigados

Imagem: Governo do Estado de São Paulo

O estado de São Paulo tem enfrentado um período de intensas chuvas, resultando em quatro mortes e deixando mais de 600 pessoas desabrigadas. De acordo com a Defesa Civil do estado, foram registradas quedas de árvores e postes em 19 municípios.

No último sábado, 20, um grave incidente ocorreu na Praia da Vila Caiçara, em Praia Grande, quando oito pessoas foram atingidas por um raio. Elas foram socorridas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Samambaia, mas infelizmente uma mulher de 60 anos não resistiu aos ferimentos. As demais vítimas sofreram apenas ferimentos leves e já receberam alta médica.

Outro caso ocorreu na madrugada do sábado em Sorocaba, quando um veículo com dois ocupantes foi arrastado pela força das águas. Infelizmente, apenas um deles conseguiu escapar e permanecer sobre o carro. O Corpo de Bombeiros resgatou a vítima presa no interior do veículo, mas ela não sobreviveu.

As outras duas mortes foram registradas na sexta-feira, 19, em Limeira, quando duas mulheres foram arrastadas pela enxurrada durante a tarde. Apesar dos esforços para resgatá-las, ambas não sobreviveram.

Ajuda humanitária para as vítimas das chuvas

A Defesa Civil do estado enviou ajuda humanitária para as cidades de Sorocaba e Socorro, disponibilizando cestas básicas, kits de higiene, kits de limpeza e kits dormitórios com colchões e cobertores, com o objetivo de auxiliar as famílias afetadas.

De acordo com dados da Defesa Civil, desde o início de dezembro do ano passado até o dia 22 de janeiro deste ano, foram registradas 10 mortes decorrentes das chuvas em São Paulo. No mesmo período do ano anterior, esse número foi maior, com 22 óbitos.

A maioria das mortes ocorreu devido às enxurradas. No período de 2022/2023, dos 22 óbitos registrados, 15 foram causados por esse fenômeno. Já no período de 2023/2024, das 10 mortes registradas até o momento, 5 foram ocasionadas por enxurradas.

Recomendações durante fortes chuvas

É importante seguir medidas de proteção durante tempestades com raios. Se estiver em um veículo, feche as portas e vidros para evitar contato com a lataria. Em casas ou prédios, mantenha distância das redes elétricas, telefônicas e hidráulicas, assim como de portas e janelas metálicas.

Em caso de falta de abrigo seguro nas proximidades, afaste-se de pontos mais altos e objetos metálicos, mantendo os pés juntos e agachando-se até a tempestade passar. Nas praias, evite permanecer na água, áreas descampadas e não fique embaixo de guarda-sóis, tendas ou quiosques.

Foto: Pixabay

As autoridades de São Paulo continuam monitorando a situação e prestando auxílio às vítimas. É importante seguir as recomendações da Defesa Civil e outros órgãos competentes para garantir a segurança nesse período de fortes chuvas.

Fonte da notícia: Plantão Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]