Idoso falece em desabamento após chuvas em Nilópolis, Arraial do Cabo.

Idoso morre vítima de desabamento em Nilópolis após chuvas | Enfoco

Idoso morre após desabamento em Nilópolis durante chuvas no Rio de Janeiro

Idoso foi resgatado após ficar soterrado em desabamento

Foto: Reprodução/TV Globo

Davi da Silva, de 60 anos, que ficou soterrado em um desabamento em Nilópolis, na Baixada Fluminense, morreu nesta segunda-feira (25) e se tornou a nona vítima fatal das chuvas que atingiram o Rio de Janeiro na última semana.

O idoso foi resgatado com vida na sexta-feira (22), após o desabamento de sua casa às margens do Rio Sarapuí, na Rua Marechal Castelo Branco. Ele passou três dias internado no CTI do Hospital Geral de Nova Iguaçu, em estado grave.

Davi foi submetido a uma cirurgia de emergência ortopédica no dedo direito e a outra para a colocação de um dreno no tórax. Além disso, ele apresentava fraturas na face, costelas, braço e coluna.

Outras duas pessoas ficaram levemente feridas e já receberam alta médica. A família de Davi encontrou uma mala contendo itens de primeira necessidade, possivelmente preparada para uma emergência. “Eu falei: irmão, isso aí está perigoso para você”, contou Sônia, irmã de Davi.

Os moradores da região relataram ao site “G1”, que seguem com medo a cada chuva. “O medo é de o rio transbordar e invadir a nossa casa. Tem espuma, o cheiro muito forte, a ponte que temos ligação da nossa casa para Mesquita, ninguém faz nada”, disse outra moradora.

Chuvas causam mortes e prejuízos em diferentes regiões do Estado do Rio de Janeiro

Em todo o Estado do Rio de Janeiro, as chuvas causaram nove mortes. Em , na Região dos Lagos, um homem morreu após ser atingido por um raio no Pontal do Atalaia.

Em Santa Cruz da Serra, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, um homem se afogou quando o caminhão que dirigia caiu em um rio.

Na manhã do último sábado (23), uma criança de 4 anos foi resgatada com vida dos escombros em Petrópolis. No entanto, o pai dela, de 25 anos, foi encontrado sem vida após o desabamento da casa da família no bairro Independência. Cinco pessoas foram resgatadas com vida do local, mas quatro óbitos foram confirmados.

Em Teresópolis, também na Região Serrana, o Corpo de Bombeiros continua as buscas por uma vítima que estaria soterrada sob os escombros de uma casa desabada na comunidade da Coreia. Duas pessoas foram resgatadas com vida pelos bombeiros, mas um óbito foi confirmado.

Situação dos moradores e temor de novas chuvas na região

A situação dos moradores afetados pelas chuvas no Rio de Janeiro é preocupante. Segundo informações do site “G1”, cerca de 600 pessoas ficaram desabrigadas em decorrência dos temporais.

Os moradores da região de Nilópolis, assim como de outras áreas atingidas pelas chuvas, vivem com medo constante de novos desabamentos e deslizamentos de terra. O descaso das autoridades para com a infraestrutura local tem contribuído para o agravamento da situação. Pontes danificadas e a falta de medidas preventivas têm gerado mais insegurança para a população.

É necessário que as autoridades competentes tomem providências urgentes para garantir a segurança dos moradores e prevenir novas tragédias. O investimento em estruturas de contenção de encostas, a limpeza e desassoreamento de rios e a adoção de políticas de prevenção e alerta são essenciais para evitar perdas de vidas e prejuízos materiais.

Enquanto isso, a população segue unida e solidária, ajudando uns aos outros e buscando formas de minimizar os impactos das chuvas. A solidariedade entre os cidadãos, bem como a mobilização da sociedade civil, são fundamentais para enfrentar os desafios impostos pelas chuvas e cobrar soluções por parte das autoridades.

É importante ressaltar que situações como essa exigem não apenas ações paliativas, mas também políticas públicas efetivas voltadas para o planejamento urbano sustentável e a preservação do meio ambiente. A conscientização sobre os impactos das ações humanas no clima e a necessidade de se adotar práticas mais responsáveis são fundamentais para evitar danos cada vez maiores.

O momento é de união e solidariedade para enfrentar os desafios impostos pelas chuvas no Rio de Janeiro. É necessário que as autoridades atuem de forma eficiente e responsável, garantindo a segurança e o bem-estar da população.

Fonte da Notícia: Plantão Guia Região dos Lagos

Galeria de imagens:

Descrição da imagem 1
Descrição da imagem 2
Descrição da imagem 3
Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]