Menu

> Cidades

[wilcity_quick_search_form_shortcode]

Temporal causa estragos na Região Metropolitana de Maricá e domingo terá mais chuva.

spot_img

Temporal atinge Região Metropolitana do Rio de Janeiro e domingo tem previsão de mais chuva

A madrugada desse domingo (21/01) foi marcada por intensa chuva na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Os municípios de Niterói e foram atingidos por um temporal, resultando em alagamentos em diversas regiões.

Segundo relatos de moradores nas redes sociais, alguns pontos da cidade de Niterói foram especialmente afetados. O Rio Engenhoca subiu de nível, o valão da Alameda São Boaventura transbordou no Fonseca e as ruas Presidente Pedreira, no Ingá, Nilo Peçanha e Pereira Nunes ficaram completamente alagadas.

A Prefeitura de , por meio do Centro de Operações e da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, realiza um monitoramento constante da cidade e mantém integração com os demais órgãos municipais para garantir a segurança da população.

Previsão do tempo

De acordo com a previsão do ClimaTempo, o domingo será marcado pela presença de um sistema de baixa pressão atmosférica sobre o oceano, próximo ao litoral do Espírito Santo. Essa condição, aliada à incursão de ventos úmidos marítimos, irá provocar um dia instável, com chuvas volumosas em grande parte da região Sudeste.

Em Niterói, espera-se um dia com muitas nuvens e períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. A temperatura mínima será de 25ºC e a máxima de 26ºC. Já em Maricá, o dia será chuvoso pela manhã, com aberturas de sol à tarde e pancadas de chuva que se estenderão até a noite. A mínima prevista é de 23ºC e a máxima de 27ºC.

Chuvas intensas e alagamentos

O temporal que atingiu a Região Metropolitana do Rio de Janeiro durante a madrugada trouxe consequências para diversos municípios. Em Niterói, os alagamentos foram registrados em vários pontos da cidade, causando transtornos para os moradores.

De acordo com o relatório do Centro de Operações de Niterói, o Rio Engenhoca subiu de nível, provocando alagamentos nas áreas próximas. Além disso, o valão da Alameda São Boaventura transbordou no bairro do Fonseca, e as ruas Presidente Pedreira, no Ingá, Nilo Peçanha e Pereira Nunes ficaram completamente alagadas.

Em Maricá, também houve registros de alagamentos devido às fortes chuvas. A cidade, que já possui áreas vulneráveis a enchentes, teve algumas de suas ruas intransitáveis. A equipe da Defesa Civil está trabalhando para auxiliar os moradores e minimizar os danos causados pelas chuvas.

A população deve estar atenta aos alertas e recomendações das autoridades locais, evitando transitar por áreas alagadas e procurando abrigo em caso de necessidade.

Monitoramento e ações preventivas

A Prefeitura de Maricá, por meio do Centro de Operações e da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, realiza um monitoramento constante de toda a cidade. O objetivo é identificar áreas de risco e adotar medidas preventivas para evitar acidentes e danos materiais.

A Defesa Civil trabalha em conjunto com outros órgãos municipais para garantir uma resposta rápida e eficiente em situações de emergência. Equipes de prontidão estão disponíveis 24 horas por dia para atender às demandas da população.

É importante que os moradores estejam atentos aos alertas emitidos pelos órgãos responsáveis e sigam as orientações de segurança. Em caso de qualquer emergência, é recomendado entrar em contato com a Defesa Civil ou outros serviços de emergência.

Previsão para os próximos dias

A previsão é que a região Sudeste continue recebendo chuvas nos próximos dias. A instabilidade atmosférica deve persistir, o que pode resultar em mais temporais e acumulados significativos de chuva.

Portanto, é fundamental que a população esteja preparada e adote medidas preventivas para minimizar os impactos das chuvas. É importante evitar áreas de risco, como encostas e locais sujeitos a alagamentos, e estar atento a possíveis deslizamentos de terra.

Além disso, é fundamental manter-se informado por meio dos canais oficiais de comunicação, como a Defesa Civil e o Centro de Operações, que emitirão alertas e orientações sobre as condições climáticas.

A população deve seguir as recomendações das autoridades e estar atenta aos sinais de perigo. Com essas medidas, é possível reduzir os riscos e garantir a segurança de todos durante esse período de chuvas intensas.

Fonte: Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]