Sonda lunar japonesa reinicia atividades

Sonda lunar japonesa SLIM retoma operações

Sonda lunar japonesa SLIM retoma suas operações

A sonda lunar japonesa SLIM retomou suas operações, o que sugere que conseguiu restaurar o fornecimento de energia, anunciou a agência espacial JAXA nesta segunda-feira (29, noite de domingo no Brasil).

“Ontem à noite conseguimos restabelecer a comunicação com a SLIM e retomamos as operações”, afirmou a agência japonesa na rede social X.

“Imediatamente começamos as observações científicas com a MBC (câmera espectroscópica multibanda) e obtivemos a primeira luz para observação de 10 bandas”, acrescentou.

Sonda lunar SLIM

A SLIM (Smart Lander for Investigating Moon) é uma sonda lunar desenvolvida pela agência espacial japonesa JAXA. Lançada em 2019, sua missão é estudar e explorar a região não visitada da Lua.

A sonda é equipada com uma câmera espectroscópica multibanda (MBC), capaz de fazer observações científicas e coletar dados sobre as diferentes bandas de luz emitidas pela superfície lunar.

Além disso, a SLIM também possui sensores para medir o campo magnético da Lua, coletar dados de temperatura e pressão do solo lunar, e realizar experimentos para entender a composição e a estrutura interna do satélite natural da Terra.

A sonda foi projetada para realizar pousos suaves e seguros na Lua, com a capacidade de se mover em terrenos acidentados e íngremes. Seu objetivo principal é fornecer informações valiosas para a exploração e futuras missões tripuladas à Lua.

Restauração do fornecimento de energia

A SLIM enfrentou problemas de fornecimento de energia desde dezembro de 2023, o que levou à interrupção de suas operações. No entanto, a equipe da JAXA conseguiu resolver o problema e restabelecer a comunicação com a sonda.

A retomada das operações da SLIM é um passo importante para a continuidade de sua missão, uma vez que permite a realização de observações científicas e a coleta de dados essenciais para entender melhor a Lua.

Os cientistas esperam que as informações obtidas pela sonda ajudem a desvendar os mistérios sobre a formação e a evolução da Lua, bem como a contribuir para o planejamento de futuras missões de exploração lunar.

A SLIM é mais uma das diversas missões espaciais que estão sendo realizadas atualmente para explorar a Lua e expandir o conhecimento humano sobre o espaço.

Conclusão

A sonda lunar japonesa SLIM retomou suas operações depois de enfrentar problemas de fornecimento de energia. O restabelecimento da comunicação permitiu que a equipe da JAXA retomasse as observações científicas com a câmera espectroscópica multibanda, fornecendo importantes dados sobre a Lua.

Essa conquista representa um avanço significativo para a exploração lunar e contribui para o conhecimento sobre a formação e a evolução do nosso satélite natural. A SLIM é mais uma das missões espaciais em andamento que têm como objetivo expandir nossa compreensão do universo e preparar o caminho para futuras explorações e possíveis missões tripuladas à Lua.

Imagem: Sonda lunar japonesa SLIM retoma operações

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Felipe Rabello

Felipe Rabello

Felipe é um dos editores do Guia Região dos Lagos.

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]