Saquarema: Prefeitura de Saquarema estreia maior escola com sala sensorial plurissensorial

Prefeitura de Saquarema inaugura a maior escola do município com sala multissensorial | Saquarema

Saquarema inaugura a maior escola do município com sala multissensorial

A Prefeitura de inaugurou, na segunda-feira (1º), a maior escola do município. O novo Colégio Gustavo Campos da Silveira foi entregue em uma cerimônia concorrida, cheia de emoção e com muitas novidades para a população.

A nova escola conta com 19 salas de aula, 4 salas multiuso, refeitório, quadra poliesportiva, sala multissensorial, sala de banda, laboratórios de matemática, informática, sala de atendimento médico, espaços administrativos, biblioteca e muito mais. São mais de 5 mil metros quadrados de área construída, com capacidade de atender mil alunos da Educação Infantil ao 9° Ano do Ensino.

O novo Gustavo Campos é um salto de qualidade e infraestrutura na Educação da nossa cidade”, comemorou o secretário municipal de Educação, Cultura, Inclusão, Ciência e Tecnologia, Antonio Peres Alves.

“Aqui, no novo Gustavo, os alunos terão ensino de qualidade em um ambiente especialmente pensado para o desenvolvimento e a educação das nossas crianças. Cada cantinho dessa escola é especial e tenho certeza de que nossos professores desempenharão um excelente trabalho, para que a escola continue sendo destaque no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), em todo o Estado do Rio de Janeiro”, afirmou a prefeita Manoela Peres.

Sala multissensorial é destaque no novo colégio

Sala multissensorial no novo colégio

No Dia Mundial de Conscientização Sobre o Autismo, o novo Colégio Municipal Gustavo Campos da Silveira apresenta uma novidade na sua estrutura física: a sala multissensorial. O espaço foi criado a partir dos trabalhos do GT de Inclusão, Acessibilidade e Diversidade, que reúne funcionários de diversas secretarias da Administração Municipal.

A sala multissensorial tem como objetivo ampliar a inclusão e facilitar a experiência de pessoas neurodivergentes. O espaço foi projetado para ampliar a inclusão e facilitar a experiência dessas pessoas durante o período em que estão na escola. A sala possui iluminação especial, painéis de atividades e mobiliário projetado para proporcionar conforto e tranquilidade.

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma condição de desenvolvimento neurológico, definida por dificuldades de comunicação e interação social e pela presença de comportamentos ou interesses repetitivos ou restritos. Embora os sintomas configurem o núcleo do transtorno, a gravidade e a apresentação em cada indivíduo são variáveis, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). O transtorno é permanente, sem possibilidade de cura, mas o diagnóstico e a intervenção precoces contribuem para alterar o prognóstico, suavizar os sintomas e ampliar a qualidade de vida. A causa do transtorno do espectro do autismo permanece desconhecida. Evidências científicas apontam que a origem seja relacionada a uma combinação de fatores genéticos e ambientais.

“A sala multissensorial do Gustavo Campos foi pensada para atender nossos alunos com TEA. Atualmente, temos uma grande parcela de estudantes diagnosticados com o transtorno em nossa rede municipal de Educação. O espaço servirá para que esses alunos tenham um atendimento especial nos momentos em que saem do foco ou desregulam. É um local onde eles poderão se acalmar e voltar às atividades escolares”, informou a subsecretária municipal de Inclusão Educacional, Helen Silvia Ribeiro.

Integrada à sala multissensorial fica a sala do sossego, local mais reservado e cuidadosamente planejado para servir como refúgio para crianças neurotípicas, que podem ficar incomodadas com excesso de estímulos.

Atualmente, todas as escolas da Rede Municipal de Educação contam com salas multiuso, onde a Subsecretaria Municipal de Inclusão Educacional promove ações para os alunos neurotípicos. Esses espaços estão passando por adequação para a instalação de salas multissensoriais, que seguirão o modelo criado no novo Gustavo Campos da Silveira. As novas escolas que estão sendo construídas já possuem a estrutura necessária à implantação desses espaços no projeto da obra.

Fonte da Notícia: Plantão Guia Região dos Lagos

inaugura a maior escola do município com sala multissensorial

A Prefeitura de Saquarema inaugurou na segunda-feira (1º) o Colégio Gustavo Campos da Silveira, a maior escola do município. A cerimônia de inauguração contou com a presença de autoridades e emocionou a população local.

O novo colégio possui 19 salas de aula, 4 salas multiuso, refeitório, quadra poliesportiva, sala multissensorial, sala de banda, laboratórios de matemática e informática, sala de atendimento médico, espaços administrativos e biblioteca, entre outros. Com uma área construída de mais de 5 mil metros quadrados, a escola tem capacidade para atender até mil alunos desde a Educação Infantil até o 9° Ano do Ensino Fundamental.

O secretário municipal de Educação, Cultura, Inclusão, Ciência e Tecnologia, Antonio Peres Alves, comemorou a conquista: “O novo Gustavo Campos é um salto de qualidade e infraestrutura na Educação da nossa cidade”. Já a prefeita Manoela Peres ressaltou a importância do ambiente favorável ao desenvolvimento e à educação das crianças: “Aqui, no novo Gustavo, os alunos terão ensino de qualidade em um ambiente especialmente pensado para eles.”

Um dos destaques do novo colégio é a sala multissensorial, que foi inaugurada no Dia Mundial de Conscientização Sobre o Autismo. A sala foi projetada para ampliar a inclusão e facilitar a experiência de pessoas neurodivergentes, proporcionando um espaço de calma e conforto no ambiente escolar. Com iluminação especial, painéis de atividades e mobiliário adequado, a sala multissensorial visa atender os alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA) da rede municipal de Educação.

O TEA é uma condição de desenvolvimento neurológico caracterizada por dificuldades de comunicação e interação social, além de comportamentos e interesses repetitivos ou restritos. A sala multissensorial do Colégio Gustavo Campos tem como objetivo oferecer um atendimento especial aos alunos com TEA, permitindo que eles se acalmem e retornem às atividades escolares.

Além da sala multissensorial, o colégio também possui a sala do sossego, um espaço reservado para crianças neurotípicas que se sentem desconfortáveis com estímulos excessivos. A sala do sossego oferece um ambiente mais tranquilo e acolhedor.

A nova escola é um grande avanço na Educação de Saquarema e evidencia o compromisso da Prefeitura com a inclusão e o desenvolvimento dos alunos. Todas as escolas da Rede Municipal de Educação estão passando por adequações para a instalação de salas multissensoriais, seguindo o modelo do Colégio Gustavo Campos da Silveira.

A inauguração do novo colégio é mais um passo importante para a melhoria da qualidade da educação em Saquarema, garantindo um ambiente adequado para o aprendizado e desenvolvimento dos alunos.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]