Prefeito interino de Búzios anuncia diminuição de 25% em contratos e prestadores de serviços e redução de secretarias | Búzios

Rafael Aguiar, Prefeito interino de Búzios anuncia redução de 25% em contratos e prestadores de serviços e corte de secretarias | Búzios

Búzios: Prefeito interino anuncia medidas de contenção de gastos para enfrentar crise econômica

O prefeito interino de Búzios, Rafael Aguiar, utilizou as redes sociais para anunciar a adoção de medidas de ajuste financeiro e gestão necessárias para enfrentar a crise econômica no município. Aguiar destacou a queda na arrecadação dos royalties de petróleo como um dos principais motivos para as medidas adotadas.

Segundo o prefeito, a arrecadação dos royalties sofreu uma queda absurda nos últimos meses, o que levou à necessidade de redução de até 25% nos contratos e prestadores de serviços do município. Além disso, está sendo realizado um estudo para a viabilidade financeira da redução e corte de secretarias, visando enxugar a máquina pública durante esse período de crise.

O prefeito interino ressaltou que, apesar dos cortes, os serviços básicos e essenciais para a população não serão interrompidos. Aguiar e sua equipe técnica estão realizando uma auditoria na prefeitura para identificar os contratos e prestadores de serviços a serem cortados, de forma a minimizar o impacto nas atividades da cidade.

“Com coragem e gestão, vamos superar esse momento delicado economicamente que Búzios está passando”, afirmou Aguiar em entrevista exclusiva ao Dia.

A redução de gastos se faz necessária em um contexto de crise econômica, em que muitos municípios enfrentam dificuldades para equilibrar as contas públicas. A queda na arrecadação de royalties de petróleo afeta diretamente as finanças de Búzios, que depende desses recursos para manter os serviços públicos em funcionamento.

A decisão do prefeito interino foi bem recebida por parte da população, que entende a necessidade de cortes e ajustes para garantir a continuidade dos serviços essenciais mesmo em tempos difíceis. A busca por soluções financeiras é fundamental para evitar maiores impactos na qualidade de vida dos cidadãos.

A medida também foi elogiada por especialistas, que destacam a importância de uma gestão eficiente e responsável durante crises econômicas. A redução de contratos e prestadores de serviços aliada ao corte de secretarias é uma forma de adequar os gastos públicos à realidade financeira do município, evitando endividamentos e mantendo o equilíbrio fiscal.

É importante ressaltar que os cortes não devem comprometer os serviços básicos oferecidos à população, como saúde, educação e segurança. O estudo de impacto financeiro realizado pela equipe técnica do prefeito tem o objetivo de identificar os cortes que podem ser feitos sem comprometer a qualidade desses serviços.

A crise econômica enfrentada por Búzios, assim como por diversas cidades brasileiras, exige medidas enérgicas e eficientes por parte dos gestores públicos. A redução de gastos e a busca por soluções criativas são fundamentais para garantir o funcionamento dos serviços públicos e a qualidade de vida da população em momentos de dificuldade.

O prefeito interino Rafael Aguiar demonstra determinação e comprometimento ao adotar medidas de contenção de gastos em meio à crise econômica. A população espera que essas ações tragam resultados positivos e contribuam para a superação desse momento delicado. Com uma gestão responsável e eficiente, é possível enfrentar as adversidades e construir um futuro melhor para Búzios.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]