PF faz ‘Operação Contágios II’ em Iguaba Grande

Polícia federal realiza ‘Operação Contágios II’ em Iguaba Grande | Iguaba Grande

Polícia Federal prende suspeitos de fraude em benefícios sociais em Iguaba Grande

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (30) a Operação Contágios II em , no estado do Rio de Janeiro. A ação tem como objetivo combater uma organização criminosa responsável por realizar centenas de fraudes em benefícios sociais do governo federal, como auxílio-desemprego, saque do FGTS e auxílio emergencial. Estima-se que o prejuízo causado por essas falsificações chegue a R$ 2 milhões aos cofres da União.

A operação resultou em um mandado de prisão e dois mandados de busca e apreensão cumpridos pelos agentes. Durante as buscas, foram encontrados vários documentos falsos que eram utilizados pelos suspeitos. As investigações contaram com o apoio do Núcleo de Identificação da Superintendência da PF no Rio de Janeiro, que, por meio de análises papiloscópicas, detectou mais de 30 documentos de identidade falsos.

Atuação da organização criminosa

A organização criminosa atuava em diversas frentes, utilizando documentos falsos para obter benefícios sociais indevidamente. Dentre os fraudes cometidas estão o cadastro de diferentes pessoas para receberem o auxílio-desemprego e o saque do FGTS, bem como a solicitação do auxílio emergencial em nome de terceiros.

Essas falsificações eram feitas de maneira sofisticada, com o objetivo de passarem despercebidas pelas autoridades. Para tanto, os suspeitos usavam documentos de identidade falsos, cuja veracidade era confirmada pelos bancos de dados do governo. Com isso, conseguiam acessar os benefícios e realizar os saques ilegalmente.

Prejuízos para a União

Segundo estimativas, as fraudes cometidas pela organização criminosa causaram um prejuízo de R$ 2 milhões aos cofres da União. Esse valor representa recursos que deveriam ser destinados a pessoas realmente necessitadas, mas que foram desviados devido às falsificações realizadas pelos suspeitos.

O auxílio-desemprego é um benefício destinado a trabalhadores demitidos sem justa causa, que tem como objetivo garantir uma renda mínima enquanto procuram uma nova colocação no mercado de trabalho. Já o FGTS é um montante depositado mensalmente pelo empregador em uma conta vinculada ao trabalhador, utilizado em situações específicas, como demissão sem justa causa e aquisição da casa própria.

O auxílio emergencial, por sua vez, foi criado durante a pandemia da Covid-19 para fornecer um suporte financeiro a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados. A fraude nesse benefício impede que pessoas verdadeiramente necessitadas recebam o auxílio.

Desdobramentos da Operação Contágios II

A Operação Contágios II é mais um desdobramento dos esforços da Polícia Federal em combater fraudes em benefícios sociais. A ação demonstra a constante atuação das autoridades em identificar e prender os responsáveis por essas práticas ilegais.

Ao desarticular organizações criminosas como essa, a Polícia Federal busca não apenas recuperar os recursos desviados, mas também enviar uma mensagem clara de que essas atividades não serão toleradas. A investigação e punição dos envolvidos são cruciais para garantir a efetividade dos programas de assistência social e a proteção dos recursos públicos.

Ao identificar e prender os suspeitos envolvidos, a Polícia Federal contribui para a defesa da justiça e do bem-estar dos cidadãos. A população precisa confiar que os recursos públicos estão sendo devidamente utilizados e que os programas sociais estão beneficiando aqueles que realmente necessitam.

A Operação Contágios II em é mais uma ação importante no combate às fraudes em benefícios sociais. A atuação da Polícia Federal e o apoio de outros órgãos de segurança são fundamentais para combater práticas criminosas desse tipo, garantindo a justiça e a efetividade dos programas sociais no país.

Fonte da Notícia: Plantão Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]