Número de alertas de roubo ou perda do Celular Seguro ultrapassa 12 mil em um mês; confira estados com mais bloqueios

Celular Seguro: ao menos 30% dos usuários não adicionaram nenhum aparelho; veja como cadastrar | Tecnologia

Celular Seguro ultrapassa 12 mil alertas de roubo ou perda um mês após lançamento; veja estados com mais bloqueios

O aplicativo Celular Seguro, desenvolvido pelo governo federal para combater o roubo de smartphones, completa um mês de funcionamento nesta sexta-feira (19). Desde o seu lançamento em 19 de dezembro de 2023 até 17 de janeiro de 2024, a ferramenta registrou mais de 1,2 milhão de usuários cadastrados.

De acordo com o Ministério da Justiça, foram cadastrados um total de 925.355 telefones e 855.982 pessoas de confiança. Além disso, foram gerados 11.542 alertas de bloqueio no aplicativo. É importante ressaltar que cerca de 23% dos usuários não cadastraram nenhum celular, uma queda em relação aos 30% registrados em dezembro de 2023.

Os principais motivos de bloqueio foram roubo, com 5.231 ocorrências, seguido por furto, com 3.797 registros, perda, com 2.447 casos, e outros motivos, que somaram 589 ocorrências.

Os estados com maior número de registros no Celular Seguro foram São Paulo, com 3.150, Rio de Janeiro, com 1.508, Bahia, com 889, Pernambuco, com 867, e Minas Gerais, com 745 registros.

Alertas de bloqueio concentrados em datas festivas

Uma alta concentração de pedidos de bloqueio foi registrada durante a semana das festas de fim de ano. No dia 20 de dezembro de 2023, por exemplo, foram contabilizados mais de 1.100 registros no aplicativo. O segundo pico de ocorrências aconteceu no dia 27 de dezembro, com 746 pedidos.

Como usar o Celular Seguro

O aplicativo Celular Seguro permite que os usuários bloqueiem o acesso ao celular e aos aplicativos bancários em caso de roubo ou furto, além de notificar terceiros sobre os crimes. A ferramenta está disponível para Android, iPhone (iOS) e navegadores como Google Chrome e Microsoft Edge.

Com o uso do aplicativo, quem tiver seu celular roubado ou furtado poderá informar várias instituições parceiras do governo de uma só vez, como a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e os bancos.

Para utilizar o aplicativo, basta seguir os seguintes passos:

  1. Faça o download do aplicativo Celular Seguro no Google Play ou na App Store;
  2. Realize o cadastro no aplicativo com seus dados pessoais;
  3. Adicione os telefones que deseja cadastrar no aplicativo;
  4. Informe os contatos de confiança que serão notificados em caso de roubo ou furto;
  5. Em caso de roubo ou furto, abra o aplicativo e selecione a opção de bloqueio;
  6. Os parceiros do governo serão notificados sobre o ocorrido.

Conclusão

O aplicativo Celular Seguro, desenvolvido pelo governo federal, tem se mostrado uma ferramenta eficaz no combate ao roubo e furto de smartphones. Com mais de 1,2 milhão de usuários cadastrados e mais de 925.000 telefones cadastrados, o aplicativo tem auxiliado as autoridades na recuperação desses aparelhos e na prevenção de crimes.

É fundamental que todos os usuários de smartphones utilizem o Celular Seguro e cadastrem seus aparelhos no aplicativo. Dessa forma, é possível criar uma rede de colaboração e aumentar as chances de recuperação em caso de roubo ou furto.

Ainda assim, é importante ressaltar que a segurança dos smartphones não depende apenas do aplicativo Celular Seguro. Medidas como o uso de senhas fortes, a ativação do rastreamento de dispositivos e o cuidado ao deixar o celular desatendido em locais públicos também são fundamentais para evitar roubos e furtos.

O combate ao roubo de smartphones é uma responsabilidade de todos. Utilizar o aplicativo Celular Seguro é uma maneira simples e eficaz de contribuir para um ambiente mais seguro e inibir a ação de criminosos.

Fonte: Guia Região dos Lagos

Imagem relacionada à notícia

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Felipe Rabello

Felipe Rabello

Felipe é um dos editores do Guia Região dos Lagos.

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]