MPRJ desmonta quadrilha do golpe do empréstimo” em São Pedro da Aldeia e região

Operação do MPRJ desarticula quadrilha do "golpe do consignado" em São Pedro da Aldeia e outras cidades | São Pedro da Aldeia

São Pedro da Aldeia: Operação do MPRJ desarticula quadrilha do “golpe do consignado” em São Pedro da Aldeia e outras cidades

– Na manhã desta quinta-feira (29), o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), deflagrou uma operação para desarticular uma quadrilha especializada no “golpe do empréstimo consignado”. A ação resultou na prisão de três pessoas e busca e apreensão em diversas cidades, entre elas, .

As investigações revelaram que os criminosos ligavam para aposentados de pelo menos 12 estados, informando sobre supostas dívidas em seus nomes. Para “resolver” a situação, eles ofereciam a transferência do valor para a empresa da quadrilha, prometendo condições vantajosas de pagamento, como menos parcelas. Para isso, as vítimas faziam um empréstimo consignado e transferiam o dinheiro aos golpistas. Em outros casos, a quadrilha oferecia investimentos falsos.

Os alvos da operação foram denunciados pelo MPRJ pelo crime de organização criminosa. A 1ª Vara Criminal Especializada da Capital expediu sete mandados de prisão e dez de busca e apreensão, além de determinar a quebra de sigilo de dados dos investigados.

Operação do MPRJ

A Operação do MPRJ, realizada pelo GAECO/MPRJ, teve como objetivo desarticular uma quadrilha especializada no golpe do empréstimo consignado. A ação ocorreu na manhã desta quinta-feira (29) e resultou na prisão de três pessoas e busca e apreensão em várias cidades, incluindo São Pedro da Aldeia.

Segundo as investigações, os criminosos entravam em contato com aposentados de diferentes estados, informando sobre supostas dívidas em seus nomes. Para resolver o problema, ofereciam a transferência do valor devido para a empresa da quadrilha, com condições vantajosas de pagamento. As vítimas então faziam um empréstimo consignado e transferiam o dinheiro para os golpistas. Em outros casos, a quadrilha apresentava investimentos falsos como forma de iludir suas vítimas.

A operação foi realizada com o apoio da DC-Polinter e abrangeu diversos bairros da cidade do Rio de Janeiro, como Turiaçu, Bangu, Rocha Miranda e Pavuna, além de Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

Prisões e busca e apreensão

Como resultado da operação, três pessoas foram presas e houve cumprimento de dez mandados de busca e apreensão. A 1ª Vara Criminal Especializada da Capital expediu ainda sete mandados de prisão. Além disso, foi determinada a quebra de sigilo de dados dos envolvidos no esquema.

A ação é parte dos esforços do MPRJ para combater o crime organizado e proteger os cidadãos dos golpes financeiros que têm se tornado cada vez mais comuns.

O golpe do empréstimo consignado

O golpe do empréstimo consignado é uma modalidade de crime em que os golpistas entram em contato com pessoas, principalmente aposentados, informando sobre supostas dívidas em seus nomes. Eles oferecem soluções vantajosas, como a transferência da dívida para a empresa da quadrilha, com condições especiais de pagamento.

As vítimas, acreditando na veracidade da informação, acabam fazendo um empréstimo consignado e transferindo o dinheiro para os criminosos. Em muitos casos, as vítimas só percebem o golpe quando recebem as faturas do empréstimo.

É importante que a população esteja sempre alerta para esse tipo de golpe, verificando a veracidade das informações com os órgãos competentes antes de tomar qualquer decisão financeira.

Operação MPRJ

Combate ao crime organizado

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por meio do GAECO/MPRJ, tem trabalhado intensamente para combater o crime organizado e garantir a segurança da população. A desarticulação dessa quadrilha especializada no golpe do empréstimo consignado é um exemplo dos resultados alcançados por essas ações.

Orientamos a população a denunciar qualquer atividade suspeita relacionada a golpes financeiros e a ficar atenta às orientações dos órgãos de segurança e proteção ao consumidor.

Fonte da Notícia: Plantão Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]