Moradores de Arraial do Cabo reclamam de temperaturas elevadas devido à falta de energia e cobertura de acrílico em escola

spot_img

Calor insuportável em escola de preocupa moradores

O verão está chegando ao fim, mas o calor na Região dos Lagos, mais especificamente em , parece não ter data para terminar. Um problema enfrentado por estudantes e funcionários da Escola Municipal Adolpho Beranger Junior tem preocupado os moradores da região. A falta de energia aliada à presença de um telhado acrílico tem causado dias difíceis para todos aqueles que frequentam a escola.

De acordo com relatos, o local tem apresentado um “calor insuportável”, sendo descrito como uma situação “desumana, insalubre e surreal”, especialmente para os alunos e inspetores que precisam conviver com o ambiente abafado debaixo do telhado acrílico.

A situação se agrava ainda mais quando se trata da inspetora de 63 anos, que tem passado mal constantemente devido às altas temperaturas. Os inspetores de alunos, inclusive, têm se revezado e buscado abrigo nos banheiros para escapar do calor intenso.

Diante dessas denúncias, entramos em contato com a prefeitura de Arraial do Cabo e com a Enel, empresa responsável pelo fornecimento de energia, em busca de esclarecimentos sobre o caso.

A prefeitura de Arraial do Cabo se manifestou por meio de uma nota, informando que já está planejando a troca do telhado translúcido por uma telha com isolamento térmico. Além disso, a prefeitura destacou que todas as escolas da rede estão passando por reformas e ampliações, incluindo a construção de quatro novas unidades. A reforma e a ampliação da Escola Municipal Adolpho Beranger Junior estão em fase de projeto e em breve serão enviadas para licitação. Há ainda a garantia de que uma equipe da Secretaria de Educação irá avaliar a demanda solicitada e tomar as medidas necessárias.

Já a Enel informou que enviará uma equipe ao local mencionado para inspecionar e revisar as conexões das instalações, a fim de estabilizar o fornecimento de energia.

É importante ressaltar a gravidade dessa situação. O ambiente escolar deve proporcionar condições adequadas para o aprendizado e o bem-estar dos alunos e profissionais envolvidos. A falta de energia aliada ao calor intenso do telhado acrílico comprometem o ambiente escolar e expõem todos a riscos à saúde.

Imagens publicadas nas redes sociais mostram o desconforto vivido pelos alunos e funcionários da escola. O vídeo mostra claramente a dificuldade em permanecer dentro da instituição devido ao calor excessivo. É necessário que as autoridades competentes tomem medidas urgentes para resolver o problema e garantir um ambiente escolar adequado.

Por fim, é imprescindível que a prefeitura e a Enel cumpram com suas responsabilidades e solucionem esse problema o mais rápido possível. A saúde e o bem-estar dos estudantes e funcionários da Escola Municipal Adolpho Beranger Junior devem ser prioridade, e é papel das autoridades garantir um ambiente seguro e confortável para o desenvolvimento educacional.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]