Melhores métodos para reforçar a segurança no WhatsApp

Como aumentar a segurança no WhatsApp?

WhatsApp: como aumentar a segurança no aplicativo

O WhatsApp é um dos aplicativos de mensagens mais populares do mundo, utilizado por milhões de pessoas todos os dias. Desde 2016, o aplicativo oferece criptografia de ponta a ponta, um método de segurança que protege a comunicação entre os usuários. Isso significa que apenas o remetente e o destinatário podem ver as mensagens, fotos, vídeos, chamadas, documentos e atualizações de status trocadas pelo aplicativo.

No entanto, existem algumas medidas que você pode tomar para aumentar ainda mais a segurança da sua conta no WhatsApp. Uma delas é ativar a confirmação em duas etapas. Essa é uma senha de seis dígitos, também conhecida como PIN, que impede que golpistas clonem a sua conta apenas com o código enviado por SMS.

Outra medida de segurança é proteger as suas conversas por meio de uma senha ou biometria. O WhatsApp possui uma função que permite trancar as conversas em uma pasta separada, garantindo que fiquem privadas e separadas de outras conversas. Para ativar essa função, basta acessar a conversa desejada, tocar no ícone do contato, selecionar “Conversas trancadas” e ativar a opção, confirmando com senha, biometria ou Face ID.

Além disso, o WhatsApp também oferece a opção de excluir mensagens e conversas. Você pode apagar uma mensagem individualmente após lê-la ou até mesmo apagar todo o histórico de uma conversa. Essa função é útil para garantir a privacidade das suas conversas.

Outra medida de segurança é exportar as suas conversas para um arquivo de texto. Dessa forma, você pode salvar as suas conversas caso precise acessá-las posteriormente. Para fazer isso, basta selecionar a conversa desejada, tocar no ícone de três pontos, selecionar a opção “Mais” e escolher a opção “Exportar Conversa”. Você pode escolher se deseja incluir os arquivos de mídia nas conversas exportadas.

É importante também evitar fazer login em aparelhos de terceiros. Mesmo que você esteja em uma emergência e precise usar o WhatsApp em outro celular, é recomendado evitar fazer isso. Esse outro celular pode ter algum tipo de conduta ilegal instalada, como um aplicativo espião, que pode comprometer a segurança da sua conta. Por isso, verifique sempre as configurações da sua conta e remova qualquer aparelho que não seja seu.

No caso do WhatsApp Web, que permite acessar o aplicativo pelo computador, não há um meio nativo de proteger as conversas com senha. No entanto, você pode utilizar extensões para garantir o acesso restrito ao WhatsApp Web. Algumas opções de extensões incluem o WA Web Plus, que oferece funcionalidades de segurança como o embaçamento de mensagens e fotos de contatos, o Block Site, que restringe o acesso ao WhatsApp Web, e a Privacy Extension For WhatsApp Web, que permite ocultar conteúdos sensíveis no mensageiro.

Outra dica importante é sempre utilizar o aplicativo oficial do WhatsApp e evitar versões e extensões não oficiais. Diferente do WhatsApp Web, onde é possível utilizar extensões confiáveis para garantir a segurança dos seus dados, com o aplicativo original do WhatsApp, essas extensões não são recomendadas. Versões não oficiais podem se aproveitar para roubar dados e informações contidas nas mensagens do aplicativo. Portanto, baixe o aplicativo somente nas lojas oficiais do seu smartphone, como a Play Store para Android e a App Store para iOS.

Por fim, uma medida que pode ser utilizada é ativar o Modo Temporário. Essa função permite que as mensagens enviadas sejam automaticamente apagadas logo após serem visualizadas. É uma forma de segurança para mensagens que sejam sensíveis ou sigilosas. Para ativar o Modo Temporário, basta abrir o WhatsApp, selecionar um contato, tocar no nome dele, ir em “Mensagens temporárias” e escolher a opção “Ativadas”.

Por meio dessas medidas de segurança, você pode utilizar o WhatsApp de forma mais protegida e garantir que a sua comunicação e informações pessoais estejam seguras. Lembre-se de sempre atualizar o aplicativo para a versão mais recente, já que as atualizações podem trazer melhorias na segurança do aplicativo.

Fonte: Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Felipe Rabello

Felipe Rabello

Felipe é um dos editores do Guia Região dos Lagos.

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]