Maricá: Polícia prende suspeito de estuprar criança de 6 anos e registrar o ato em vídeos em Maricá, no RJ

Homem é preso suspeito de estuprar criança de 6 anos e registrar o crime em vídeo

Um homem de 50 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (14) em (RJ), suspeito de estuprar uma criança de seis anos de idade. Segundo a Polícia Civil, os atos criminosos eram registrados em vídeo e foram encontrados com o suspeito, que também possuía um acervo considerável de material de pornografia infantil.

Descoberta chocante durante investigações

A ação que resultou na prisão do suspeito foi resultado de uma investigação que envolveu a troca de informações entre os núcleos de inteligência da Polícia Civil, Polícia Federal e o NCMEC (National Center for Missing & Exploited Children), além do uso de técnicas avançadas de Investigação Cibernética.

Arquivos na nuvem e tráfico na internet

De acordo com a polícia, o suspeito utilizava um servidor de “nuvem” para armazenar todo o acervo de imagens e vídeos de pornografia infantojuvenil. Os arquivos eram compartilhados na internet, e o tráfico do conteúdo foi monitorado pelas autoridades, levando à identificação e prisão do indivíduo.

Enfrentando a justiça

O homem será acusado de estupro de vulnerável, armazenamento de cenas de abuso sexual infantojuvenil e produção de pornografia infantojuvenil. Caso seja condenado por todos os crimes, ele poderá enfrentar uma pena de mais de onze anos de reclusão. Atualmente, ele está sob custódia das autoridades e aguardará o julgamento no sistema penitenciário.

Investigação em andamento

A Polícia Civil ainda está analisando os dispositivos eletrônicos apreendidos na casa do suspeito, com o objetivo de identificar outras possíveis vítimas dos abusos sexuais registrados nos vídeos produzidos pelo próprio indivíduo.

Fonte da Notícia: G1

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]