Menu

> Cidades

[wilcity_quick_search_form_shortcode]

Maricá pausa uso de vacina exclusiva contra covid-19.

Maricá suspende aplicação de vacina monovalente contra covid-19 | Enfoco


Falta de doses faz Prefeitura de suspender vacinação

A aplicação da vacina monovalente contra a covid-19 em , no Estado do Rio de Janeiro, foi temporariamente suspensa devido à falta de doses disponíveis. A Prefeitura de recebeu um número insuficiente de doses da Secretaria Estadual de Saúde para continuar a vacinação, o que levou à suspensão temporária do processo.

A suspensão da vacina monovalente afeta especificamente as pessoas com idade a partir de 12 anos que não se enquadram nos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Essas pessoas não poderão iniciar o esquema vacinal nem receber as doses subsequentes até que o município receba um novo carregamento de doses.

Enquanto aguardam pelo reabastecimento das doses da vacina monovalente, a vacinação continua para os grupos prioritários com a vacina bivalente. Essa medida visa evitar desabastecimentos pontuais e garantir a imunização daqueles que mais precisam.

A vacinação está sendo realizada de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, nas Unidades de Saúde da Família (USF) de Jardim Atlântico, Central, São José 2, Marinelândia e Chácara de Inoã. Além disso, a Unidade Móvel de Saúde, localizada no bairro Caxito, também está disponível para a aplicação da vacina às segundas-feiras, das 9h às 16h.

De acordo com o Ministério da Saúde, os grupos prioritários que devem receber a vacinação semestralmente incluem pessoas com 60 anos ou mais, imunossuprimidos a partir de 12 anos, gestantes, puérperas, indígenas, quilombolas, ribeirinhos, trabalhadores de saúde, pessoas vivendo em instituições de longa permanência e seus trabalhadores, pessoas com comorbidades, pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas e pessoas em situação de rua.

É importante ressaltar que a vacinação infantil continua normalmente. As crianças de 6 meses a 4 anos estão sendo imunizadas com a vacina Pfizer baby, assim como as crianças de 5 a 11 anos. A aplicação da vacina contra a covid-19 nessa faixa etária ocorre em diferentes unidades de saúde, de acordo com os seguintes horários: USF Barroco (segundas-feiras, das 9h às 18h), USF Inoã 2 (terças-feiras, das 9h às 18h), USF Elenir Umbelino de Mello (Flamengo) (quintas-feiras, das 9h às 16h) e USF Bambuí (sextas-feiras, das 9h às 16h).

Vacinação contra covid-19

A aplicação da vacina contra a covid-19 é fundamental para controlar a propagação do vírus e proteger a população. É importante que todas as pessoas elegíveis para receber a vacina procurem os postos de vacinação e se imunizem.

A vacinação é uma das principais estratégias para o enfrentamento da pandemia e o retorno à normalidade. Além da vacinação, é fundamental manter as medidas de prevenção, como o uso de máscaras, o distanciamento social, a higienização das mãos e a adesão aos protocolos de saúde.

O calendário de vacinação é definido pelas autoridades de saúde e é importante acompanhá-lo para saber quando será possível se vacinar. É fundamental que todos os cidadãos estejam informados sobre a importância da vacinação e não deixem de se imunizar quando chegar a sua vez.

A vacinação é uma responsabilidade coletiva, pois quanto mais pessoas se vacinarem, mais protegida estará toda a comunidade. A imunização em massa é uma das principais estratégias para controlar a disseminação do vírus e minimizar o impacto da doença na saúde da população.

Portanto, é fundamental que todos se informem sobre a vacinação contra a covid-19 em sua região e façam sua parte para garantir a proteção de todos. Não deixe de se vacinar e incentive seus familiares e amigos a fazerem o mesmo. Juntos, podemos superar essa crise e retomar nossas atividades normalmente.

Vacinação contra covid-19 em Maricá suspensa temporariamente devido à falta de doses


Falta de doses faz Prefeitura de suspender vacinação

A aplicação da vacina monovalente contra a covid-19 em Maricá, no Estado do Rio de Janeiro, foi temporariamente suspensa devido à falta de doses disponíveis. A Prefeitura de Maricá recebeu um número insuficiente de doses da Secretaria Estadual de Saúde para continuar a vacinação, o que levou à suspensão temporária do processo.

A suspensão da vacina monovalente afeta especificamente as pessoas com idade a partir de 12 anos que não se enquadram nos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Essas pessoas não poderão iniciar o esquema vacinal nem receber as doses subsequentes até que o município receba um novo carregamento de doses.

Enquanto aguardam pelo reabastecimento das doses da vacina monovalente, a vacinação continua para os grupos prioritários com a vacina bivalente. Essa medida visa evitar desabastecimentos pontuais e garantir a imunização daqueles que mais precisam.

A vacinação está sendo realizada de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, nas Unidades de Saúde da Família (USF) de Jardim Atlântico, Central, São José 2, Marinelândia e Chácara de Inoã. Além disso, a Unidade Móvel de Saúde, localizada no bairro Caxito, também está disponível para a aplicação da vacina às segundas-feiras, das 9h às 16h.

De acordo com o Ministério da Saúde, os grupos prioritários que devem receber a vacinação semestralmente incluem pessoas com 60 anos ou mais, imunossuprimidos a partir de 12 anos, gestantes, puérperas, indígenas, quilombolas, ribeirinhos, trabalhadores de saúde, pessoas vivendo em instituições de longa permanência e seus trabalhadores, pessoas com comorbidades, pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas e pessoas em situação de rua.

É importante ressaltar que a vacinação infantil continua normalmente. As crianças de 6 meses a 4 anos estão sendo imunizadas com a vacina Pfizer baby, assim como as crianças de 5 a 11 anos. A aplicação da vacina contra a covid-19 nessa faixa etária ocorre em diferentes unidades de saúde, de acordo com os seguintes horários: USF Barroco (segundas-feiras, das 9h às 18h), USF Inoã 2 (terças-feiras, das 9h às 18h), USF Elenir Umbelino de Mello (Flamengo) (quintas-feiras, das 9h às 16h) e USF Bambuí (sextas-feiras, das 9h às 16h).

Vacinação contra covid-19

A aplicação da vacina contra a covid-19 é fundamental para controlar a propagação do vírus e proteger a população. É importante que todas as pessoas elegíveis para receber a vacina procurem os postos de vacinação e se imunizem.

A vacinação é uma das principais estratégias para o enfrentamento da pandemia e o retorno à normalidade. Além da vacinação, é fundamental manter as medidas de prevenção, como o uso de máscaras, o distanciamento social, a higienização das mãos e a adesão aos protocolos de saúde.

O calendário de vacinação é definido pelas autoridades de saúde e é importante acompanhá-lo para saber quando será possível se vacinar. É fundamental que todos os cidadãos estejam informados sobre a importância da vacinação e não deixem de se imunizar quando chegar a sua vez.

A vacinação é uma responsabilidade coletiva, pois quanto mais pessoas se vacinarem, mais protegida estará toda a comunidade. A imunização em massa é uma das principais estratégias para controlar a disseminação do vírus e minimizar o impacto da doença na saúde da população.

Portanto, é fundamental que todos se informem sobre a vacinação contra a covid-19 em sua região e façam sua parte para garantir a proteção de todos. Não deixe de se vacinar e incentive seus familiares e amigos a fazerem o mesmo. Juntos, podemos superar essa crise e retomar nossas atividades normalmente.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]