Maricá: Combate à dengue começa em polo exclusivo do Centro

Maricá inicia atendimentos contra à dengue no polo exclusivo do Centro

Maricá inicia atendimentos contra a dengue no polo exclusivo do Centro

A Prefeitura de , por meio da Secretaria de Saúde, deu início no último sábado (02/03) aos atendimentos contra a dengue no polo exclusivo do Centro. O local, localizado na Rua Álvares de Castro, 337, em frente ao Paço Municipal, funciona todos os dias, das 8h às 20h, para acolher os pacientes com sintomas da doença. A unidade tem capacidade para realizar até 300 atendimentos por dia e oferece assistência médica, de enfermagem e estações de hidratação.

O objetivo dessa medida é fortalecer as ações de combate à dengue, proporcionando o acolhimento e tratamento necessários em locais específicos, evitando assim a superlotação das unidades de saúde do município. O diagnóstico da dengue é feito através de avaliação médica ou realização de exames que indicam um quadro clínico relacionado à doença.

O prefeito Fabiano Horta esteve presente na abertura oficial da unidade central e ressaltou a importância do engajamento de todos para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Ele destacou as ações que estão sendo realizadas no município, como mutirões nos bairros, limpeza das ruas e sensibilização dos moradores.

A secretária interina de Saúde, Juliana Nogueira dos Santos, explicou como funciona o atendimento na unidade. Assim que o paciente chega, é feito o acolhimento com um técnico de enfermagem, seguido pela classificação de risco e atendimento com médicos especializados. Além disso, a unidade conta com um espaço de hidratação e orienta os pacientes e familiares sobre a importância de eliminar os focos do mosquito.

Wagner de Assunção, de 64 anos, foi o primeiro paciente atendido no espaço destinado aos atendimentos contra a dengue e elogiou a agilidade e a prestação dos profissionais. Ele ressaltou a importância de ter um local preparado com profissionais especializados para tratar a doença.

Além do polo exclusivo do Centro, também será aberta uma tenda em Itaipuaçu na segunda-feira (04/03), entre as ruas Van Lerbergue (antiga 34) e Elisa Vieira Veras (antiga Rua 52), no Jardim Atlântico Central. Essa unidade funcionará todos os dias da semana, das 8h às 20h, oferecendo os mesmos serviços da unidade central.

É importante estar atento aos sintomas da dengue, que incluem febre alta, dor de cabeça ou no corpo, dor atrás dos olhos, manchas vermelhas pelo corpo, enjoo e vômito. Caso apresente algum desses sintomas, é essencial procurar o polo de atendimento à dengue mais próximo, e não praticar a automedicação.

É válido ressaltar que sintomas gripais, como tosse, coriza e dor de garganta, não serão atendidos nos polos voltados à dengue. Nesses casos, a população deve se direcionar à sua Unidade de Saúde da Família (USF) de referência ou, em casos mais graves, a uma das unidades de Urgência e Emergência disponíveis no município.

Fotos

Imagem 1: Prefeito Fabiano Horta acompanha abertura do polo de atendimento contra a dengue.

Imagem 2

Imagem 2: Espaço de hidratação na unidade de atendimento.

O combate à dengue depende de todos

O prefeito Fabiano Horta enfatiza que o combate à dengue é responsabilidade de todos e ressalta a importância de cada cidadão fazer a sua parte. É fundamental que todos evitem o acúmulo de água parada em suas residências e nas ruas da cidade, já que é nesses locais que o mosquito Aedes aegypti se reproduz.

Além das ações realizadas pela prefeitura, como os mutirões nos bairros, é fundamental que a população esteja consciente e adote medidas preventivas para evitar a proliferação do mosquito. Além disso, é importante que a população se informe sobre os sintomas da dengue e busque atendimento médico caso apresente algum desses sintomas.

O trabalho conjunto entre poder público e população é fundamental para controlar a disseminação da dengue e garantir a saúde e bem-estar da comunidade. A prefeitura de está empenhada em combater a doença, oferecendo estrutura e ações de prevenção e tratamento adequadas para a população.

Conclusão

Maricá deu um importante passo no combate à dengue, inaugurando o polo exclusivo de atendimento no Centro. Essa medida visa oferecer um espaço adequado para o acolhimento e tratamento dos pacientes com sintomas da doença, evitando a superlotação das unidades de saúde do município.

É fundamental que todos estejam engajados nessa luta contra a dengue e adotem medidas preventivas para evitar a proliferação do mosquito transmissor. Além disso, é importante procurar atendimento médico em caso de sintomas da doença, evitando a automedicação.

A prefeitura de Maricá está realizando ações de prevenção e tratamento da dengue, mas é necessário o envolvimento de toda a população para garantir o sucesso dessas medidas. É importante que cada cidadão faça a sua parte no combate à dengue, eliminando possíveis focos de reprodução do mosquito em suas residências e mantendo a cidade limpa e livre da doença.

Com medidas de combate e conscientização, é possível controlar a disseminação da dengue e garantir a saúde e bem-estar de todos os moradores de Maricá. A abertura do polo exclusivo de atendimento é mais um passo nessa direção, proporcionando um local adequado para o tratamento dos pacientes e ajudando a evitar a propagação da doença na cidade.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]