Maricá: Cidade exibe filmes de graça para combater intolerância religiosa.

spot_img

: Sessões especiais no Cine Henfil marcam o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa

terá sessões especiais no Cine Henfil para marcar o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, que acontece no dia 21 de janeiro. Os filmes selecionados serão exibidos nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro, e contarão com a presença do cineasta maricaense Igor Matos, que irá participar de um bate-papo sobre as obras que dirigiu.

Os interessados em assistir aos filmes poderão acessá-los através do endereço eletrônico disponibilizado pelo Centro de Criação de Imagem Popular (Cecip). É necessário reservar o ingresso gratuito previamente, escolhendo o filme desejado e garantindo o assento. No dia da sessão, é importante chegar um pouco antes do início para validar o ticket.

As sessões especiais serão realizadas no Cinema Público Municipal Henfil, localizado na Rua Alferes Gomes, 390, no Centro de Maricá. O espaço tem capacidade para 200 pessoas, sendo 190 assentos comuns, quatro para pessoas obesas, quatro para cadeirantes e duas para pessoas com mobilidade reduzida. Além disso, conta com equipamentos cinematográficos modernos, como tela e projetor de áudio e vídeo.

Confira a programação das sessões especiais:

Quarta-feira (31/01)
– 18h: Tataco – O documentário participativo e poético aborda as questões de ancestralidade, passado e respeito. Igor Matos, o documentarista, se conecta com a sua Vó Tataco, mergulhando nas raízes de sua história. Classificação livre.
– 18h20: Minha Casa – Este documentário performático discute a intolerância religiosa nas religiões de Umbanda e Candomblé. Igor Matos e outros líderes religiosos compartilham experiências e reflexões sobre a intolerância, além de abordar as conexões com a ancestralidade. Classificação livre.
– 19h: Bate-papo com o cineasta maricaense Igor Matos.

Quinta-feira (01/02)
– 18h: Santo Forte – O documentário adentra a intimidade dos católicos, umbandistas e evangélicos de uma favela carioca. O filme explora a crença de cada grupo na comunicação direta com o sobrenatural através de santos, orixás, guias ou o Espírito Santo. Classificação livre.

Essas sessões especiais têm como objetivo promover a reflexão e a conscientização sobre a importância do combate à intolerância religiosa. Através das obras exibidas, o público poderá se conectar com diferentes perspectivas e conhecer mais sobre a cultura e as religiões presentes em Maricá.

A iniciativa é realizada pelo Centro de Criação de Imagem Popular (Cecip) e conta com o apoio da Prefeitura de Maricá. Para garantir seu lugar nas sessões especiais e participar desse importante debate, reserve seu ingresso gratuito no site indicado. Aproveite essa oportunidade de ampliar os horizontes e contribuir para a construção de uma sociedade mais tolerante e inclusiva.

Fonte da Notícia: Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]