Macaé: PM faz operação para retirar barricadas em bairros de Macaé, no RJ | Região dos Lagos

Levantamento aponta aumento no número de denúncias sobre barricadas no Rio de Janeiro

Um levantamento realizado pelo Disque Denúncia revelou que, no ano de 2022, foram registradas 10.464 denúncias relacionadas a barricadas em todo o estado do Rio de Janeiro. Essas estruturas ilegais, geralmente compostas por entulhos, veículos incendiados e outros objetos, são utilizadas por traficantes para dificultar o acesso da polícia e de outras autoridades em determinadas regiões.

Esse número alarmante reflete a preocupação constante da população em relação à segurança pública e à atuação do tráfico de drogas no estado. As barricadas não apenas causam transtornos para as comunidades afetadas, mas também representam uma ameaça à integridade dos moradores, uma vez que essas áreas se tornam verdadeiras “zona de guerra”, com conflitos frequentes entre facções criminosas.

Apreensões de drogas também apresentaram aumento

Além disso, dados do Instituto de Segurança Pública revelaram um incremento de 22 apreensões de drogas de janeiro a março de 2023 em comparação com o mesmo período do ano anterior, totalizando 248 apreensões. Esses números indicam uma intensificação do tráfico de entorpecentes no estado, o que demanda uma ação ainda mais efetiva das forças de segurança.

As drogas ilícitas alimentam a violência e a criminalidade, representando um grave problema social e de saúde pública. O aumento nas apreensões pode ser reflexo de um trabalho mais assertivo da polícia em busca de coibir o tráfico e desmantelar as quadrilhas responsáveis pela distribuição dessas substâncias ilícitas.

Operações policiais visam retirada das barricadas

Diante dessa realidade preocupante, a Polícia Militar tem realizado diversas operações em diferentes regiões do estado com o objetivo de retirar as barricadas e devolver a sensação de segurança aos moradores. Essas ações têm como foco desarticular o poderio das facções criminosas, que se fortalecem a partir dessas estruturas, e restabelecer a ordem pública.

É fundamental ressaltar, no entanto, que a resolução desses problemas exige uma abordagem abrangente, que envolva não apenas a repressão policial, mas também a implementação de políticas públicas efetivas, como programas sociais e projetos de combate às causas que levam ao envolvimento com o tráfico de drogas.

Portanto, é necessário que o poder público, em conjunto com a sociedade, busque soluções permanentes para enfrentar o tráfico de drogas e a violência que assolam o estado do Rio de Janeiro, garantindo assim a segurança e a tranquilidade da população.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]