Macaé: Colaborador da Cedae falece após ser atingido por compactadora; vídeo

Funcionário da Cedae morre atingido por rolo compressor; vídeo | Enfoco

Funcionário terceirizado da Cedae morre após ser atropelado por rolo compressor em Macaé

Um trágico acidente ocorreu na tarde desta quarta-feira (15) em , cidade localizada no Norte Fluminense. Valdecir José de Moraes, funcionário terceirizado da Cedae, morreu após ser atropelado por um rolo compressor enquanto trabalhava. O incidente aconteceu por volta das 12h, na Alameda Marinildo Amado da Silva, no bairro Granja dos Cavaleiros.

De acordo com imagens de uma câmera de segurança, o rolo compressor desceu a rua sem controle e colidiu inicialmente com um veículo da Cedae. Alguns funcionários conseguiram escapar, porém Valdecir foi atingido pela máquina. O equipamento só parou após bater em uma residência próxima.

Imagem: Reprodução

O Corpo de Bombeiros foi acionado e o corpo de Valdecir foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de . A Cedae, ao ser contatada, expressou profundo pesar pelo ocorrido e ressaltou que o funcionário falecido era terceirizado e contratado por uma empresa para prestar serviços à companhia no município. A empresa se comprometeu a oferecer todo o suporte necessário à família e amigos de Valdecir.

A Cedae também esclareceu que o rolo compressor envolvido no acidente não pertence à companhia e não estava realizando serviços para o grupo no momento do incidente. Equipes de segurança do trabalho da empresa foram enviadas ao local para investigar as circunstâncias do acidente.

A Prefeitura de Macaé também se pronunciou sobre o caso, afirmando que o equipamento não pertence à administração municipal e não estava sendo utilizado pelo órgão no momento do acidente. As autoridades locais estão investigando o ocorrido e a 123ª DP de Macaé ficará responsável pelo caso.

O operador do rolo compressor e testemunhas já foram ouvidos pela Polícia Civil, que realizou perícia no local do acidente. Os agentes também planejam analisar o equipamento envolvido para apurar as circunstâncias do fato.

Cedae se manifesta sobre o acidente

A Cedae, por meio de nota oficial, transmitiu seus sentimentos à família de Valdecir e enfatizou que a empresa está prestando todo o suporte necessário neste momento difícil. A companhia reiterou que o funcionário era terceirizado e contratado pela empresa para realizar serviços em Macaé.

A empresa também esclareceu que o rolo compressor não pertencia à Cedae e não estava em operação para a companhia no momento do acidente. Equipes de segurança do trabalho da Cedae foram enviadas ao local para investigar as causas do ocorrido.

Investigação em andamento

A Polícia Civil segue com as investigações para esclarecer as circunstâncias do acidente. A perícia realizada no local e a análise do rolo compressor são importantes para determinar as responsabilidades. As diligências estão em andamento e todas as informações estão sendo levantadas para esclarecer o ocorrido.

Este acidente trágico serve como alerta para a importância de garantir a segurança no ambiente de trabalho. É necessário que todas as empresas adotem medidas de prevenção de acidentes e capacitem seus funcionários para lidar com máquinas e equipamentos de forma segura.

O ocorrido em Macaé é um momento de luto e reflexão, não apenas para a família e amigos de Valdecir, mas também para a comunidade em geral. É imprescindível que acidentes desse tipo sejam evitados, para preservar a vida e a integridade física dos trabalhadores.

Fonte da Notícia: Plantão Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]