Japão busca alcançar Lua com módulo Moon Sniper

Japão tenta chegar à Lua com seu módulo Moon Sniper

O módulo Moon Sniper do Japão iniciará na meia-noite de sexta-feira para sábado (20) a sua tentativa de alcançar a Lua. Caso seja bem-sucedida, essa missão colocaria o arquipélago asiático no seleto grupo de países que conseguiram um pouso controlado no satélite da Terra.

Com a sua missão Smart Lander for Investigating Moon (SLIM), o Japão busca se tornar a quinta nação a realizar uma alunissagem com êxito, seguindo os Estados Unidos, União Soviética, China e Índia.

O diferencial do módulo de pouso lunar japonês é a sonda rolante desenvolvida por uma empresa de brinquedos, projetada para garantir uma precisão sem precedentes durante a missão.

O objetivo dessa missão é estudar a composição do solo lunar e a topografia da superfície da Lua. Além disso, os cientistas japoneses esperam obter informações sobre as origens do nosso sistema solar, analisando materiais encontrados na Lua.

A sonda robótica Moon Sniper é equipada com uma câmera de alta resolução, capaz de capturar imagens detalhadas da superfície lunar. Essas imagens serão analisadas pela equipe de cientistas para obter mais conhecimento sobre o satélite.

Para realizar a alunissagem, o módulo Moon Sniper utilizará um sistema avançado de controle de voo. Esse sistema permitirá que o módulo ajuste a sua trajetória e posição durante a descida, garantindo um pouso suave e seguro.

A missão lunar do Japão também visa aprimorar as tecnologias necessárias para futuras explorações espaciais. O país já havia enviado outras missões à Lua, como a Kaguya, que mapeou a superfície lunar em alta resolução, e a Hayabusa2, que coletou amostras do asteroide Ryugu.

Além disso, o Japão também possui planos de enviar astronautas à Lua até 2030, como parte de uma missão tripulada. A experiência adquirida com o módulo Moon Sniper será fundamental para o desenvolvimento dessa missão.

A participação do Japão na exploração lunar demonstra o avanço do país na área espacial. Atualmente, o Japão possui a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA) que é responsável pelo planejamento e execução dessas missões.

A conquista de um pouso controlado na Lua não é uma tarefa fácil. Apenas quatro países alcançaram esse feito até o momento. Portanto, caso o Japão seja bem-sucedido, isso representará um marco importante para o país e para a ciência mundial.

A exploração espacial é de extrema relevância para o avanço científico e tecnológico. Ela contribui para o conhecimento humano sobre o universo e pode trazer benefícios para a humanidade em diferentes áreas, como medicina, energia e comunicações.

Portanto, o sucesso da missão Moon Sniper não apenas colocaria o Japão em destaque na exploração lunar, mas também abriria portas para novas descobertas e avanços tecnológicos. A expectativa é grande e espera-se que o módulo japonês alcance a Lua com sucesso, contribuindo para o progresso da ciência e da humanidade.

[Imagem: Getty Images]

Fonte: Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Felipe Rabello

Felipe Rabello

Felipe é um dos editores do Guia Região dos Lagos.

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]