Funcionário da Comsercaf é levado às pressas ao hospital após recolher resíduos misturados em unidade de saúde em Cabo Frio

Funcionário da Comsercaf vai parar na emergência após coleta de lixos misturados em hospital de Cabo Frio

Funcionário da Comsercaf é ferido por resíduos hospitalares durante coleta de lixo

Um funcionário da Comsercaf, que preferiu não se identificar, denunciou que durante a coleta de lixo no Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos, em , foi ferido por resíduos hospitalares. De acordo com o denunciante, o despejo dos resíduos não estava separado do lixo orgânico.

O incidente ocorreu nesta terça-feira (19), mas os funcionários da autarquia já vinham percebendo o problema há algumas semanas. Normalmente, a coleta de lixo hospitalar é realizada por um setor especializado, mas por algum motivo desconhecido, os resíduos estavam sendo misturados e despejados em uma sacola de cor diferente.

Ao perceber que a coleta não estava sendo feita pelos funcionários especializados, a unidade hospitalar passou a despejar o lixo misturado em uma sacola preta, na tentativa de confundir os coletores. Foi nesse momento que o funcionário da Comsercaf foi ferido na perna.

Inicialmente, o funcionário não sentiu dor, mas conforme a adrenalina diminuiu, ele percebeu que estava sangrando. Preocupado com a possibilidade de ter sido exposto a materiais contaminados, ele procurou o Hospital Central de Emergências (HCE) no bairro São Cristóvão.

A Comsercaf, ciente do ocorrido, informou que já reforçou junto à Secretaria de Saúde a necessidade de melhorar o acondicionamento do lixo hospitalar para evitar que situações como essa voltem a acontecer. A autarquia enfatizou seu compromisso com a saúde dos servidores e orientou a todos que tenham cuidado com o descarte de objetos cortantes para evitar acidentes.

Esse tipo de incidente representa um perigo significativo para a saúde dos trabalhadores, pois eles podem ser expostos a materiais potencialmente infectados ou contaminados. É fundamental que as medidas de segurança sejam rigorosamente seguidas para proteger a saúde e o bem-estar dos profissionais que lidam com resíduos hospitalares.

A coleta e o descarte adequados dos resíduos hospitalares são de extrema importância para evitar riscos à saúde pública e ao meio ambiente. É responsabilidade das instituições de saúde garantir que os resíduos sejam corretamente segregados e acondicionados, minimizando qualquer risco de contaminação.

Além disso, é essencial que os profissionais que trabalham na coleta e no tratamento desses resíduos recebam treinamento adequado e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para garantir sua segurança.

A população também tem papel fundamental nesse processo, evitando o descarte inadequado de materiais cortantes e se informando sobre como proceder com o descarte correto dos resíduos de saúde em suas residências.

É preciso que as autoridades competentes fiscalizem e garantam o cumprimento das normas relacionadas ao descarte de resíduos hospitalares, para proteger não apenas a saúde dos trabalhadores, mas também a saúde e o bem-estar da comunidade.

É lamentável que situações como essa ainda ocorram, colocando em risco a vida e a saúde daqueles que atuam na limpeza e coleta de resíduos hospitalares. É imprescindível que sejam adotadas medidas efetivas para prevenir acidentes como esse, garantindo a segurança e a proteção de todos os profissionais envolvidos nesse trabalho essencial para a sociedade.

Imagem 1:


Imagem Hospital

Imagem 2:


Imagem Sacola

Imagem 3:


Imagem Hospital

Imagem 4:


Imagem Sacola

É necessário que seja dada a devida atenção a esse problema e que medidas sejam tomadas para evitar que casos como esse se repitam. A segurança e a saúde dos trabalhadores devem ser prioridade, garantindo que eles possam realizar seu trabalho de forma segura e livre de riscos.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]