Estuprador coletivo sentenciado a 108 anos é capturado em Rio das Ostras

Condenado a 108 anos por estupro coletivo na Paraíba é preso na Região dos Lagos

Título: Mentor do estupro coletivo na Paraíba é preso em após estar foragido

Na terça-feira (19), o criminoso Eduardo dos Santos Pereira, considerado o mentor do estupro coletivo de cinco mulheres na Paraíba em 2012, conhecido como a “Barbárie de Queimadas”, foi capturado em Rio das Ostras.

O foragido, que foi condenado a 108 anos de prisão em 2014, estava fugitivo desde 2020, após escapar de uma penitenciária paraibana.

A prisão foi realizada através de uma operação conjunta entre a Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), a Delegacia de Repressão a Ações Criminosas Organizadas (Draco) do Rio de Janeiro e o setor de inteligência da polícia da Paraíba. O fugitivo foi encontrado em uma residência alugada em .

O crime

A investigação revelou que Pereira foi o responsável por coordenar o abuso sexual vivenciado pelas vítimas durante uma festa de aniversário na cidade de Queimadas. As mulheres eram conhecidas dos agressores, entre eles, três adolescentes. Acredita-se que duas das vítimas foram assassinadas por terem reconhecido um dos agressores.

O autor do crime chegou a ser preso preventivamente no mesmo ano em que o incidente ocorreu, porém sua condenação só veio em 2014. Posteriormente, em 2020, conseguiu escapar da prisão.

Outros envolvidos

Além do homem preso na última terça-feira, outros seis indivíduos foram investigados e condenados pela participação no estupro coletivo. Três adolescentes também foram apreendidos.

Conclusão

A captura do criminoso Eduardo dos Santos Pereira, mentor do estupro coletivo conhecido como a “Barbárie de Queimadas”, marca uma vitória para a justiça e para as vítimas desta horrível tragédia. A ação conjunta entre as autoridades policiais da Paraíba e do Rio de Janeiro, resultou na prisão do acusado, que estava foragido há mais de um ano. É fundamental que casos como esse sejam devidamente investigados e que os culpados sejam levados à justiça, garantindo a segurança e a proteção das vítimas e o repúdio à violência de gênero.

Imagem:

Imagem:

Foto da residência alugada onde o criminoso foi encontrado

Imagem:

Ilustração sobre a violência de gênero

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]