Menu

> Cidades

[wilcity_quick_search_form_shortcode]

Estudante de Juiz de Fora encontra projétil no crânio após pensar ter sido atingido por pedra em Cabo Frio

spot_img

Estudante mineiro descobre ter sido atingido por bala no crânio em vez de pedrada

Um estudante mineiro que achava ter sido atingido por uma pedrada descobriu, quatro dias depois, que estava enganado. Mateus Facio, de 21 anos, estava em , no litoral norte do Rio de Janeiro, para as festas de fim de ano, quando foi atingido com força na cabeça. Inicialmente, ele imaginou que fosse uma pedrada, mas descobriu que na verdade havia sido atingido por um tiro e a bala estava alojada no crânio.

Mateus aproveitou o Réveillon com os amigos sem sentir dores, mesmo com o ferimento na cabeça. Ele retornou para sua cidade natal, Juiz de Fora, em Minas Gerais, no dia 2 de janeiro. Porém, no dia 4, acordou com dificuldades para movimentar o braço direito, que começou a apresentar espasmos musculares.

Após realizar um exame de tomografia, o resultado surpreendeu. A bala estava alojada no crânio de Mateus, causando compressão na região e os movimentos involuntários do braço. O estudante passou por uma cirurgia para a remoção da bala, que durou duas horas. Felizmente, a cirurgia foi bem-sucedida, e Mateus teve alta depois de dois dias no CTI.

O neurocirurgião responsável pelo caso destacou que a bala poderia ter causado danos mais graves se atingisse áreas sensíveis do cérebro. Mateus teve sorte de não ficar com o braço paralisado ou com metade do corpo paralisado. A equipe médica acredita que, em cerca de 20 ou 30 dias, ele estará de volta à sua vida normal.

O caso de Mateus será investigado pela Polícia Civil de . Enquanto isso, o estudante se recupera em casa, com repouso absoluto e cuidados da família. Ele expressa gratidão por ter sobrevivido a essa situação inexplicável e está aproveitando cada dia como uma nova chance de vida.

Nesta sexta-feira, 19 de janeiro, Mateus deu os primeiros passos para retomar sua rotina, saindo de casa e caminhando pelas ruas. Ele relata que está voltando a ter confiança em si mesmo e planeja seguir em frente com seus objetivos. Inclusive, Mateus revelou que antes do incidente, havia trancado o curso de administração e passado no vestibular de medicina. Ele descobriu sua verdadeira vocação no hospital, durante o período em que ficou internado.

Com uma nova perspectiva de vida, Mateus espera se tornar um bom médico e salvar vidas. Ele está determinado a cuidar bem das pessoas e considera essa experiência como um lembrete da fragilidade e preciosidade da vida.

O caso de Mateus serve como um alerta para a importância da segurança em todos os momentos. O fato de um estudante ter sido atingido por um tiro na cabeça, sem ao menos perceber, evidencia a necessidade de estar atento e tomar precauções em locais públicos. A polícia continuará investigando o caso para identificar os responsáveis pelo disparo e garantir que a justiça seja feita.

Portanto, é fundamental que todos tenham consciência dos riscos e busquem sempre a segurança, principalmente em momentos de lazer e diversão. A história de Mateus nos lembra que a vida pode mudar em um instante e nos motiva a valorizar cada momento e cuidar uns dos outros.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]