Entenda o poderoso 5G DSS no Brasil: a revolução das redes móveis!

Entenda como funciona o 5G DSS, tecnologia que compartilha o espectro do 4G

O 5G DSS é uma forma de conexão 5G que utiliza a infraestrutura de gerações anteriores para proporcionar internet móvel de alta velocidade para dispositivos como smartphones, tablets, modems e outros. No Brasil, a primeira ativação comercial do 5G DSS ocorreu em julho de 2020 pela operadora Claro, antes do leilão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para frequências exclusivas para o 5G.

Apesar de ter sido considerada polêmica, pois o ex-ministro das telecomunicações, Fábio Faria, não considerava o padrão como “5G de verdade”, a tecnologia é reconhecida como uma forma de quinta geração pela 3GPP, organização que padroniza as especificações de redes móveis.

O 5G DSS funciona por meio de antenas que transmitem ondas de rádio para se comunicar com dispositivos sem fio. Por trás de cada antena existe uma infraestrutura de rede que conecta os equipamentos das estações rádio-base (eNodeB) com o núcleo da rede (core). No caso do 5G DSS, as operadoras utilizam a modalidade Non-Standalone, que utiliza o core do 4G.

Uma das principais diferenças entre o 5G DSS e o 5G Standalone (SA) é a faixa de frequência. Enquanto o 5G DSS utiliza o mesmo espectro simultaneamente com outras tecnologias, como 4G, 3G ou 2G, o 5G SA possui uma frequência dedicada para a quinta geração, permitindo velocidades maiores.

A velocidade do 5G DSS pode variar de acordo com diferentes fatores, como distância entre a torre e o dispositivo, quantidade de espectro compartilhado, ocupação da rede e capacidade de escoamento da antena (backhaul). Nos testes realizados, foi possível alcançar mais de 300 Mb/s de download e 100 Mb/s de upload na sede da operadora Claro em São Paulo, demonstrando ser mais rápido que o 4G.

Uma das vantagens do 5G DSS é seu alcance de sinal, que pode ser melhor que o 5G convencional implementado na frequência de 3,5 GHz, devido ao uso de frequências mais baixas. Além disso, a tecnologia permite melhorias em latência e velocidades potencialmente maiores que no 4G, com um menor custo de implementação.

No entanto, o 5G DSS também apresenta algumas limitações, como velocidade menor que o 5G puro devido ao uso do mesmo espectro do 4G e tecnologias anteriores, e capacidade menor para suportar dispositivos simultâneos, o que pode resultar em congestionamentos na rede.

Não todos os celulares suportam o 5G DSS, sendo necessário que o dispositivo tenha suporte ao 5G e compatibilidade com as frequências utilizadas pelas operadoras. A maioria dos celulares 5G disponíveis no Brasil são compatíveis com as faixas do 5G DSS, como iPhone 12 ou superior e modelos da Samsung e Motorola.

As operadoras Claro, Vivo e TIM oferecem o 5G DSS no Brasil. Para verificar a cobertura do 5G DSS em uma cidade específica, é possível acessar os mapas de cobertura disponibilizados pelas operadoras em seus sites.

Em resumo, o 5G DSS é uma tecnologia que utiliza a infraestrutura e frequências de gerações anteriores para oferecer velocidades superiores de internet móvel. Apesar de ter algumas limitações em relação ao 5G puro, o 5G DSS apresenta vantagens como maior alcance de sinal e menor custo de implementação. A disponibilidade do 5G DSS no Brasil está sendo cada vez maior, permitindo que mais pessoas tenham acesso a uma conexão mais rápida e estável.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Felipe Rabello

Felipe Rabello

Felipe é um dos editores do Guia Região dos Lagos.

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]