Detidos durante passeio, dupla é presa em moto com placa falsa em São Pedro da Aldeia

spot_img

São Pedro da Aldeia: Dupla é detida durante “rolezinho” com moto adulterada

Nesta sexta-feira (24), durante um patrulhamento de rotina na RJ-106, em , dois homens foram detidos pela Polícia Militar. A equipe recebeu informações sobre a realização de um “rolezinho” de motos na região e, ao avistar uma motocicleta com placa adulterada, deu início à abordagem.

Os ocupantes da moto, identificados como M.V.C., de 22 anos, e P.M.S., de 21 anos, confessaram ter participado do evento e admitiram ter tapado a placa para evitar a identificação. Segundo eles, essa era uma prática comum entre os participantes do “rolezinho”.

A Polícia Militar conduziu os envolvidos à 125ª Delegacia de Polícia (125ª DP), onde o condutor, M.V.C., foi autuado em flagrante pelo crime de adulteração de veículo. Além disso, a motocicleta utilizada durante o “rolezinho” foi apreendida pelas autoridades.

Atuação da Polícia Militar

A Polícia Militar desempenha um papel fundamental no combate a atividades ilegais e na manutenção da ordem pública. Por meio de patrulhamentos de rotina e respostas a denúncias, a PM contribui para a segurança da população, realizando abordagens e apreendendo veículos irregulares, como no caso dessa ocorrência em .

A prática do “rolezinho” é comum entre jovens motociclistas, que se reúnem em locais determinados para passeios em grupo. Embora esse encontro possa ser uma forma de divertimento, é necessário respeitar as leis de trânsito e não realizar atividades ilegais, como adulteração de placas.

Adulteração de placas de veículos

A adulteração de placas de veículos é uma infração grave e constitui crime. Essa prática consiste em modificar ou ocultar letras, números ou qualquer outra identificação do veículo, com o objetivo de dificultar sua identificação pelas autoridades de trânsito ou pela polícia.

A adulteração de placas tem diversas finalidades, como evitar multas, dificultar a identificação em caso de furto ou roubo, ou ainda burlar fiscalizações de órgãos responsáveis pela regulamentação do trânsito.

No entanto, vale ressaltar que a adulteração de placas é uma infração penal, prevista no Código de Trânsito Brasileiro, e cometê-la pode resultar em detenção, além de multa e pontos na carteira de motorista.

Consequências da adulteração de veículos

Além das penalidades previstas em lei, a adulteração de veículos também pode trazer outras consequências graves. Veículos com placas adulteradas costumam levantar suspeitas por parte das autoridades, o que pode resultar em abordagens e investigações mais intensas.

Além disso, caso o veículo seja utilizado em algum tipo de crime, a adulteração de placas dificulta a identificação e localização do responsável, prejudicando o trabalho das forças de segurança.

Portanto, é importante respeitar as leis de trânsito e manter os veículos em conformidade com as normas estabelecidas pelos órgãos competentes. A fiscalização e a atuação das autoridades são essenciais para garantir a segurança nas vias e coibir atividades ilegais como a adulteração de placas.

Ao se deparar com situações suspeitas, é fundamental denunciar às autoridades competentes, contribuindo para a manutenção da ordem pública e a segurança de todos.

Fonte da Notícia: Guia Região dos Lagos

Imagens

Imagem ilustrativa da Polícia Militar

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]