Cabo Frio: Assim como planeja Bolsonaro, presidente Lula já visitou a cidade

spot_img

: visita do ex-presidente Jair Bolsonaro movimenta a cidade

A cidade de está em polvorosa por conta da visita do ex-presidente Jair Bolsonaro, que vem para impulsionar as pré-candidaturas do PL nesta sexta-feira (15). Entre apoiadores e críticos, alguns acreditam que esta é a primeira vez que um ex-presidente visita a cidade, mas o presidente Lula já esteve em terras cabo-frienses em duas ocasiões, na inauguração da ampliação do Aeroporto de Cabo Frio, que passou a ser internacional, em 2007, e na inauguração do CEFET, atual Instituto Federal Fluminense (IFF), em 2009.

RELEMBRE AS VISITAS:

A primeira vinda de Lula à Cabo Frio foi em setembro de 2007. Na ocasião, ele veio com o então governador do Rio, Sérgio Cabral, inaugurar a ampliação da pista de pouso e do novo pátio de aeronaves do aeroporto do município, que depois disso, pôde receber voos nacionais e internacionais de qualquer porte.

Na época, as obras de ampliação custaram R$ 35 milhões, recursos viabilizados pelo bom relacionamento entre as várias esferas de governo, como destacou o presidente Lula, à época. “Esse aeroporto aqui é mais uma demonstração deste bom relacionamento. Aqui tem R$ 12,9 milhões do governo do estado, R$ 11,6 milhões do Governo Federal, e entre R$ 5 milhões a R$ 6 milhões do município e da iniciativa privada. Esta somatória de interesses é que permitiu que o avião presidencial pudesse pousar aqui hoje”, disse o presidente na ocasião.

Um fato curioso dessa visita foi que organizaram um espaço dentro do aeroporto para que ele encontrasse com algumas autoridades do município. Foi quando Lula pediu para se encontrar com um pescador que conheceu em Arraial do Cabo, nos anos 70, quando visitou a cidade com a dona Marisa, a saudosa esposa dele na época. Além disso, ele também pediu para ver o líder do movimento negro, Manuel Justino, fato que, de acordo com militantes mais antigos, deu uma ciumeira danada em outros representantes do movimento negro que se sentiram preteridos.

Em entrevista ao Portal RC24h, Manuel contou que seu primeiro contato com Lula foi no início da fundação do Partido dos Trabalhadores, quando ele e a escritora, ambientalista e ativista Amena Mayall, tiveram a oportunidade de conversar com ele ainda como sindicalista.

“Foi uma conversa muito positiva que marcou a minha vida. Tive a oportunidade de conversar com o presidente do sindicato metalúrgico e, depois, ingressei no PT”, disse.

Na inauguração do aeroporto, quando convidado por Lula, Manoel não pode estar presente, mas se sentiu feliz pela lembrança.

“Quando veio aqui, ele teve essa lembrança, embora eu não tivesse tido a oportunidade de ir ao local para onde ele me convidou. Mas há uma recordação bastante interessante. Conheci o Lula no início do partido e acabei iniciando a minha participação na política, sendo candidato pelo PT numa eleição, a primeira eleição que o Lula disputou, em que o voto era vinculado. Então, na verdade, eu sou um dos fundadores do partido; fundamos o partido exatamente no momento em que o presidente do sindicato metalúrgico iniciava o processo de criação do Partido dos Trabalhadores”, relembrou Manoel.

Inauguração do CEFET

Já a segunda ocasião que trouxe o presidente a Cabo Frio foi a inauguração do campus Cabo Frio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (antigo CEFET Campos), instalado até hoje no prédio conhecido como Centrinho, na estrada Cabo Frio-Búzios.

Durante a inauguração, o presidente visitou, com o governador Sérgio Cabral e o então prefeito Marquinho Mendes, os laboratórios e instalações do campus, que passou a oferecer cursos técnicos nas áreas de petróleo e gás, eletromecânica, guia de turismo e hospedagem, e, em nível de graduação, licenciatura em Ciências Naturais, com ênfase em Física.

A então secretária de Ciência e Tecnologia, Laura Barreto, contou como foi a iniciativa da criação do projeto para que Cabo Frio fosse selecionado para receber os cursos técnicos.

“Foi uma luta maravilhosa… Quando a gente foi avisado que ia ter o plano de expansão do CEFET, a gente resolveu fazer o projeto. Eu fiquei por conta do grupo que faria esse trabalho, respirava CEFET, dormia CEFET e Cabo Frio ficou no primeiro lugar do estado naquela época. E graças a Deus está lá, lindo, maravilhoso, só aumentando, né? Toda vez que eu passo ali eu tenho muito orgulho. Chorei muito para conseguir tudo que precisava para colocar no projeto e enviá-lo para Brasília”.

Ela relembrou que uma das primeiras coisas que o presidente fez naquela época foi aumentar os institutos federais, os CEFETs, a escola técnica.

“Ele acreditava na importância da escola técnica, né? E aí ele veio entregar a escola e não teve algazarra política. Foi ótimo, foi um evento simples, super legal, você via que ele tinha vindo prestigiar a entrega”, completou.

Quem acompanhou bem de perto o presidente nas duas inaugurações foi Marquinho Mendes. Por telefone, o ex-prefeito afirmou que foi um momento ímpar na cidade e para ele, especialmente por Lula ainda estar no exercício do mandato.

“Através do nosso mandato, nós conseguimos trazer o presidente da República para a inauguração do aeroporto internacional e também para a inauguração do IFF, onde funciona até hoje. Nós trouxemos o Lula duas vezes aqui e isso é gratificante porque mostra o poder da cidade de Cabo Frio através de nós que estávamos na época governando, e isso foi muito importante. E eu tenho certeza de que ficou marcado para a história de Cabo Frio o presidente estar aqui duas vezes no mandato de um único prefeito. Então, eu sou muito grato”, contou.

Vale lembrar que, além dessas inaugurações, durante seus primeiros mandatos Lula também promoveu diversas políticas públicas voltadas para a população local, como o projeto do Minha Casa Minha Vida, como relembrou Aquiles Barreto durante entrevista no RC Cast.

“Quantas vezes Bolsonaro esteve na Região dos Lagos? O que Bolsonaro fez de obra para a Região dos Lagos? E o que Lula fez por aqui? Todos sabem o que fez Bolsonaro, nada. E o que fez Lula? Trouxe o aeroporto, o Cefet (atual IFF), casas populares do Minha Casa Minha Vida, mais de 12 creches. Só quem realiza merece seu mandato de volta”, destacou.

Fonte da Notícia: Guia Região dos Lagos

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]