Búzios: 'Se mostrou arrependido', diz Policia Civil sobre argentino preso por chamar funcionário da Prolagos de 'macaco'

Segundo a Polícia Civil, o indivíduo residente em , na Região dos Lagos do Rio, que foi detido por insultar um funcionário da concessionária de água Prolagos chamando-o de “macaco”, efetuou o pagamento de fiança e foi liberado para responder em liberdade.

Conforme informações da Polícia Civil, ele foi liberado ainda na noite de quarta-feira (12), data em que ocorreu o delito. Durante seu depoimento, o acusado pediu desculpas repetidamente e demonstrou arrependimento.

“Ao prestar depoimento, ele inclusive se desculpou com os policiais e com a equipe da Prolagos”, afirmou a Polícia Civil ao portal g1.

A empresa Prolagos relatou que o funcionário agredido trabalhava em uma das suas lojas em Búzios e foi vítima de injúria racial. A companhia acionou as autoridades policiais e o indivíduo foi encaminhado à delegacia.

A polícia informou que, ao chegar ao local, testemunhas aplaudiram e chamaram o argentino de racista.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]