Anel inteligente da Oura começa a acompanhar sintomas de gripes

Anel inteligente da Oura passa a monitorar sintomas gripais

O anel inteligente da Oura, uma empresa de tecnologia, lançou um novo recurso chamado “Symptom Radar” (Radar de Sintomas). Esse recurso, ainda em fase de testes, permite que os usuários monitorem os sinais do corpo relacionados a doenças, como gripes.

O “Symptom Radar” não oferece diagnósticos ou detecta doenças, mas notifica os usuários sobre mudanças significativas nas tendências biométricas do corpo, como temperatura, frequência respiratória e frequência cardíaca em repouso e durante a atividade física.

O aumento repentino da temperatura corporal e a dificuldade em respirar geralmente indicam algum problema de saúde. Esse recurso do anel inteligente da Oura promete detectar esses sintomas leves e até mesmo o início dessas alterações, permitindo que o usuário tome medidas preventivas ou busque ajuda médica mais cedo.

Esse novo recurso faz parte de uma série de atualizações que a Oura Labs, empresa responsável pelo anel inteligente, pretende lançar. A intenção é tornar o produto mais experimental e acompanhar o feedback dos clientes para melhorias constantes. Uma das expectativas é que o anel consiga determinar com mais precisão os períodos menstruais das mulheres.

Vale ressaltar que a participação na versão de testes do anel inteligente pode ser cancelada a qualquer momento e as modificações aprovadas pelos clientes serão aplicadas na versão final do produto.

O anel inteligente da Oura é inserido no dedo do usuário e monitora o status de saúde do indivíduo, fornecendo leituras diárias por meio de um aplicativo de celular. Por fora, o anel tem um design estiloso para combinar com as cores da roupa e outros acessórios, enquanto por dentro possui sensores que coletam dados sobre a atividade de sono, níveis de oxigenação no sangue, batimentos cardíacos, entre outros.

O monitoramento do sono é um dos principais recursos oferecidos pelo anel inteligente. Ele calcula a duração do sono, as fases do sono e a qualidade do sono. Além disso, o anel também detecta problemas como insônia e sugere estratégias para melhorar a rotina de sono dos usuários.

É importante ressaltar que, apesar das funcionalidades oferecidas pelo anel inteligente da Oura, é sempre recomendado buscar a orientação de um profissional de saúde para um diagnóstico preciso e tratamento adequado. O anel inteligente pode auxiliar na detecção de possíveis alterações no corpo, mas não substitui a avaliação médica.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Felipe Rabello

Felipe Rabello

Felipe é um dos editores do Guia Região dos Lagos.

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]