Saquarema: PF prende 3 em nova fase de operação contra diplomas falsos de medicina

PF prende 3 em nova fase de operação contra diplomas falsos de medicina

Polícia Federal deflagra segunda fase da Operação Catarse contra falsificação de diplomas de medicina

A Polícia Federal (PF) deu início nesta terça-feira (20) à segunda fase da Operação Catarse, voltada para combater a falsificação de diplomas de medicina. Nessa fase da operação, foram cumpridos quatro mandados de prisão e sete mandados de busca e apreensão nos municípios do Rio de Janeiro, Silva Jardim (RJ), (RJ) e Montes Claros (MG). Três pessoas foram presas até o momento.

Operação Catarse: combate à falsificação de diplomas de medicina

A Operação Catarse teve início em fevereiro deste ano, com o objetivo de prender os líderes do esquema e identificar médicos falsos que estavam registrados com documentos fraudulentos. A primeira fase da operação foi deflagrada em abril de 2022, após a prisão em flagrante de duas pessoas na sede do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj), quando tentavam obter registros profissionais apresentando diplomas e históricos escolares falsos.

Mais de um ano de investigações

As investigações da Operação Catarse duraram mais de um ano e contaram com a apreensão de aparelhos celulares, jalecos, carimbos, documentos de identificação, carteiras do Cremerj, históricos escolares e diplomas. Os crimes investigados são falsificação de documento público, com pena de dois a seis anos de reclusão e multa, e uso de documento falso, que tem a mesma pena do crime antecedente. O nome da operação faz referência à limpeza ou purificação pessoal.

Fonte da Notícia: G1

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Picture of Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]