Mãe de estudante assassinado em Maricá clama por justiça

spot_img

Mãe pede respostas e justiça após tragédia em festival de música no Rio de Janeiro

Uma mãe está em busca de respostas e justiça após perder seu filho de 25 anos em um trágico acidente em um festival de música. O universitário João Vinícius Ferreira Simões morreu eletrocutado durante o evento intitulado “I Wanna Be Tour”, realizado no Riocentro, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Roberta Ferreira, professora e mãe de João Vinícius, relatou o momento de dor em que vive e a sua determinação em lutar por justiça. Ela levou o filho para o evento, mas não imaginava que aquela seria a última vez que o veria com vida. A tragédia deixou Roberta em choque, e ela espera que as circunstâncias da morte de seu filho sejam esclarecidas.

Segundo Roberta, João Vinícius respondeu a sua última mensagem por volta das 21h, utilizando um dos dois celulares que levou para o evento. Após essa comunicação, ela não recebeu mais respostas e só foi informada sobre o acidente quando ligou para o segundo telefone e foi atendida pela equipe do hospital, que confirmou o ocorrido.

A mãe de João Vinícius também relatou que seu irmão tentou obter informações no dia seguinte ao acidente, mas foi impedido de entrar no local do evento. Quando Roberta foi até o local, acompanhada pela polícia, para buscar respostas, percebeu que já estavam desmontando tudo para seguir para outra cidade e que o local não havia sido preservado para a perícia.

Além disso, Roberta recebeu diversas mensagens de pessoas relatando que também sofreram choques durante o festival. Ela ressalta que seu corpo aguentou, mas que no caso de João Vinícius a descarga elétrica foi fatal. Ela exige respostas sobre a segurança do evento e acredita que a produção tinha conhecimento dos choques elétricos que estavam acontecendo.

O sepultamento de João Vinícius acontecerá no Cemitério Municipal de , cidade onde ele morava, e está marcado para esta segunda-feira, às 15h. A morte do jovem universitário, causada pelo contato com um food truck energizado, foi agravada pelo temporal que atingiu o Rio de Janeiro no dia do evento, deixando o corpo de João molhado.

O prefeito de , Fabiano Horta, expressou seus sentimentos à família de João Vinícius e pediu que as autoridades investiguem rigorosamente o caso. A produtora do festival também se pronunciou, lamentando a morte do jovem e afirmando que está colaborando com as autoridades para esclarecer o ocorrido.

O caso está sendo investigado pela 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes). É importante que as circunstâncias do acidente sejam esclarecidas para evitar que tragédias como essa se repitam em futuros eventos. A segurança dos participantes deve ser uma prioridade em qualquer evento, garantindo que todas as medidas de prevenção e proteção sejam tomadas.

A morte de João Vinícius Ferreira Simões é uma terrível perda não apenas para sua família, mas também para a sociedade. Espera-se que as investigações identifiquem os responsáveis e que eles sejam responsabilizados pelos danos causados. O luto e a busca por justiça são os sentimentos que permeiam essa dolorosa situação.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Picture of Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]