Inicia-se o levantamento de zonas perigosas para esportes na Laguna de Araruama em Arraial do Cabo

spot_img

: Iniciativa mapeia áreas de risco para prática de esportes aquáticos na Laguna de Araruama

Nesta sexta-feira (16), teve início em o mapeamento de áreas de risco para banhistas e praticantes de esportes aquáticos na Laguna de Araruama. A ação é uma parceria entre a Secretaria do Ambiente e Saneamento de Arraial do Cabo e a Capitania dos Portos, visando garantir a segurança e a coexistência harmoniosa das atividades na região.

O foco inicial do projeto está na Ponta da Acaíra, onde serão identificados pontos críticos de conflito entre banhistas e esportistas. O objetivo é proporcionar um ordenamento na Laguna, demarcando raias de entrada e saída específicas para a prática segura do kitesurf. Nas próximas etapas, o mapeamento será expandido para outras áreas, como Monte Alto e Figueira, e posteriormente para outras praias lagunares.

Jorge Oliveira, Secretário do Ambiente e Saneamento, destaca a importância de deixar um legado duradouro para a comunidade. Além do mapeamento e ordenamento da lagoa, a iniciativa também investe em treinamentos e operações conjuntas visando a segurança e a preservação ambiental.

A Laguna de Araruama é um importante ponto turístico e um dos principais destinos para a prática de esportes aquáticos no estado do Rio de Janeiro. Com suas belezas naturais, oferece condições favoráveis para atividades como o kitesurf. No entanto, a convivência entre banhistas e praticantes de esportes pode gerar conflitos e riscos, tornando necessário um planejamento adequado.

O mapeamento das áreas de risco é fundamental para garantir a segurança dos banhistas e praticantes de esportes aquáticos. Com as demarcações das raias de entrada e saída, será possível direcionar cada atividade para áreas específicas, evitando assim possíveis acidentes e conflitos. Além disso, a iniciativa contribui para a preservação do meio ambiente, garantindo que as atividades sejam realizadas de forma sustentável.

A parceria entre a Secretaria do Ambiente e Saneamento de Arraial do Cabo e a Capitania dos Portos é essencial para o sucesso desse projeto. A união de esforços entre as instituições permite a troca de conhecimentos e a realização de treinamentos e operações integradas, visando a segurança e a ordenação da Laguna de Araruama.

O mapeamento das áreas de risco e o ordenamento da Laguna de Araruama são medidas importantes para promover o turismo sustentável na região. Com isso, Arraial do Cabo poderá atrair ainda mais visitantes interessados em desfrutar das belezas naturais e praticar esportes aquáticos com segurança.

A comunidade local também será beneficiada com essa iniciativa. A demarcação das raias e a organização das atividades aquáticas contribuirão para a convivência harmoniosa entre banhistas e esportistas, garantindo assim o aproveitamento pleno da Laguna de Araruama.

É importante ressaltar que o sucesso desse projeto depende não apenas das instituições envolvidas, mas também da conscientização e colaboração de todos. É fundamental que os banhistas e praticantes de esportes aquáticos respeitem as demarcações e sigam as normas de segurança estabelecidas. Assim, será possível desfrutar desse tesouro natural de forma segura e responsável.

O mapeamento das áreas de risco na Laguna de Araruama é um passo importante para o desenvolvimento sustentável do turismo na região. Com planejamento e ordenamento adequados, é possível conciliar as diferentes atividades e garantir a segurança de todos. Espera-se que essa iniciativa seja um exemplo a ser seguido por outras regiões, aproveitando o potencial dos recursos naturais de forma responsável e sustentável.

(Fonte da Notícia: Guia Região dos Lagos)

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Picture of Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]