Guarda Ambiental resgata Albatroz em Iguaba Grande

Guarda Ambiental de Iguaba Grande realizou o resgate de uma Albatroz

Guarda Ambiental de resgata Albatroz ferida

A Guarda Ambiental de realizou um importante resgate na quinta-feira, dia 15. Uma equipe da guarda conseguiu resgatar uma Albatroz fêmea que estava ferida nas proximidades da Casa dos Pescados, em Cidade Nova. A ave apresentava um corte na asa, que foi diagnosticado como resultado do uso de linha chilena.

A ação rápida da equipe da Guarda Ambiental foi fundamental para salvar a vida dessa ave marinha. A Albatroz foi imediatamente levada ao Instituto BW em Praia Seca, onde será submetida a uma cirurgia e ficará em observação. Somente após ser completamente recuperada é que a ave será solta em seu habitat natural.

O Instituto BW é especializado no tratamento de animais silvestres e tem parceria com diversas instituições, incluindo a Guarda Ambiental de Iguaba Grande. O resgate e a recuperação de animais feridos fazem parte do trabalho fundamental realizado por essas organizações na preservação da fauna marinha.

A utilização de linha chilena, um tipo de cerol reforçado utilizado em pipas, é extremamente perigosa para as aves. Muitas delas acabam sendo gravemente feridas ou até mortas ao se enroscarem nesses materiais cortantes. Por isso, é importante conscientizar a população sobre os riscos desse uso irresponsável, especialmente em áreas próximas à natureza.

A Guarda Ambiental de Iguaba Grande atua não apenas no resgate de animais feridos, mas também na fiscalização e proteção do meio ambiente. A equipe realiza patrulhas constantes para coibir atividades ilegais, como a pesca predatória e o desmatamento.

A preservação da fauna e da flora é uma preocupação de extrema importância para a cidade de Iguaba Grande. A região é conhecida por sua rica biodiversidade e é lar de diversas espécies de aves migratórias. A Guarda Ambiental desempenha um papel fundamental na proteção desses animais e na conscientização da população sobre a importância de preservar o meio ambiente.

Além do trabalho da Guarda Ambiental, é fundamental que a população também faça a sua parte na conservação da natureza. Ações simples como o descarte correto do lixo, a denúncia de atividades ilegais e o respeito às áreas protegidas são essenciais para garantir a preservação ambiental.

A história do resgate da Albatroz em Iguaba Grande é mais um exemplo de como o trabalho conjunto entre organizações e a conscientização da população podem fazer a diferença na preservação da fauna. Cuidar e proteger as aves marinhas é uma responsabilidade de todos, pois elas são essenciais para o equilíbrio dos ecossistemas marinhos.

É importante ressaltar que a utilização de cerol ou linha chilena é ilegal e pode resultar em graves consequências para a fauna e também para a segurança das pessoas. Portanto, é fundamental que todos estejam cientes dos riscos e evitem o uso desse material.

A Guarda Ambiental de Iguaba Grande continua trabalhando diariamente para proteger o meio ambiente e garantir a preservação das espécies. A população também pode contribuir denunciando atividades ilegais e adotando práticas sustentáveis no seu dia a dia.

O resgate da Albatroz ferida pela Guarda Ambiental de Iguaba Grande é motivo de orgulho para a cidade e serve como um lembrete de que devemos cuidar e preservar a fauna marinha. A natureza agradece e o futuro das próximas gerações depende dessas ações de preservação.

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Picture of Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]