Grupo de ciclistas da Noruega visita Cabo Frio neste domingo (10)

Cabo Frio recebe grupo de cicloturistas noruegueses neste domingo (10)

Cabo Frio recebe grupo de cicloturistas noruegueses neste domingo (10)

No próximo domingo, dia 10 de outubro, a cidade de estará no circuito do cicloturismo mais uma vez. Um grupo de cicloturistas noruegueses irá percorrer a Rota Charles Darwin, passando pela cidade cabo-friense. O passeio será acompanhado pela operadora de turismo Terra Brasilis e contará com a participação de quinze ciclistas.

Os cicloturistas noruegueses partirão de São Pedro da Aldeia e seguirão pela orla em direção ao entroncamento da RJ-106 com a RJ-102, rumo a Armação dos Búzios. Vale destacar que este será o primeiro grupo de cicloturistas a fazer esse trajeto após a pandemia da Covid-19.

A Rota Charles Darwin

A Rota Charles Darwin é uma proposta cicloturística que visa ligar o Rio de Janeiro/Niterói a Armação dos Búzios por diferentes caminhos, com o objetivo de aumentar o fluxo de visitantes nos municípios ao longo do percurso. A rota passa por cidades como Niterói, Maricá, Saquarema, Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo, e Armação dos Búzios.

Essa iniciativa é uma ótima oportunidade para promover o turismo sustentável e estimular o desenvolvimento da ciclomobilidade nas cidades. Cabo Frio tem investido na expansão de sua malha ciclística, o que serve de exemplo para outros municípios. A infraestrutura cicloviária não apenas permite a prática do cicloturismo, mas também contribui para a promoção de diversas outras atividades que envolvem a bicicleta.

A atividade de cicloturismo é uma das que mais cresce no mundo e possui benefícios tanto para os turistas quanto para as cidades que a adotam. Além de estimular a economia local, o cicloturismo promove a saúde e o bem-estar dos praticantes, reduz a emissão de poluentes e contribui para a preservação do meio ambiente.

A importância do cicloturismo

O cicloturismo é uma atividade que permite aos turistas vivenciar o destino de forma única e sustentável. Ao percorrer as rotas de bicicleta, os viajantes têm a oportunidade de explorar as belezas naturais e culturais de cada lugar de maneira mais profunda, além de interagir com a comunidade local e colaborar para o desenvolvimento socioeconômico da região.

Além disso, o cicloturismo estimula as cidades a investirem em infraestrutura para bicicletas, como ciclovias e estacionamentos, o que contribui para a melhoria da mobilidade urbana e para a redução do trânsito e da poluição nas cidades. Por isso, é fundamental que outros municípios sigam o exemplo de Cabo Frio e invistam na criação de rotas e na melhoria das condições para os cicloturistas.

Avalie esta notícia

Ajude-nos e avalie esta notícia.
Ajude-nos e avalie esta notícia.
Picture of Bruno Rodrigo Souza

Bruno Rodrigo Souza

Bruno é Fundador e Editor no Guia Região dos Lagos

Use os botões abaixo para compartilhar este conteúdo:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
[wilcity_before_footer_shortcode]